Topo

Dillashaw opina sobre retorno de Faber ao UFC: "Deveria continuar aposentado"

Ag. Fight

2019-06-19T06:00:39

19/06/2019 06h00

Depois de dois anos e meio aposentado, Urijah Faber está de volta ao MMA, mas há quem discorde da decisão. De acordo com T.J. Dillashaw, 'The California Kid' errou ao retornar ao UFC após pendurar as luvas em 2016. Na visão do ex-campeão peso-galo (61 kg), desafeto do veterano, o americano de 40 anos pode vir a encontrar dificuldades frente aos atletas jovens que se destacam atualmente na liga.

Antigos companheiros de equipe na 'Team Alpha Male', Dillashaw e Faber cortaram relações após T.J. deixar a academia de forma turbulenta. No entanto, o imbróglio entre os dois não impediu que o ex-campeão - atualmente afastado por doping - demonstrasse empatia pelo seu ex-parceiro de treinos, ao levantar a possibilidade de Urijah estar com problemas financeiros.

"Já conseguia prever, quando ele aposentou, que aquela não seria a última luta dele. Do ponto de vista técnico, ele provavelmente deveria continuar aposentado, ainda mais com esses jovens talentos famintos surgindo. Espero que ele não esteja passando por dificuldades financeiras. Mesmo com nosso desentendimento, você nunca deseja um mal desse a ninguém. Pessoalmente, eu acho que ele deveria ter mantido sua aposentadoria, mas veremos como as coisas acontecerão", opinou T.J., em participação no podcast 'You're Welcome', do lutador Chael Sonnen.

Ex-campeão do WEC, Urijah Faber é um dos lutadores mais populares das artes marciais mistas. Em sua trajetória no UFC, o americano chegou a disputar o cinturão peso-galo duas vezes, mas foi superado pelo brasileiro Renan Barão, em 2014, e por Dominick Cruz, em 2016. O retorno do veterano ao Ultimate está marcado para o dia 13 de julho, quando ele enfrenta Ricky Simon.

 

Mais Esporte