PUBLICIDADE
Topo

PFL anuncia torneios em busca de novos talentos; Brasil é uma das sedes

Ag. Fight

29/01/2020 07h00

Nesta terça-feira (27), a PFL anunciou que irá realizar uma série de torneios ao redor do mundo, chamado 'International Qualifier Series', que vão promover novos nomes à organização para 2020 - e o Brasil será uma das sedes. Além do país sul-americano, a franquia revelou que fez uma parceria com ligas nos Emirados Árabes Unidos, Rússia, Alemanha e Austrália. Em cada local, acontecerá um GP com quatro atletas e o vencedor terá um contrato com o show.

Até o momento, não foram reveladas datas para a realização dos torneios nos países citados - a organização da PFL só confirmou que no dia 20 de março vai acontecer um GP em Abu Dhabi. O CEO da franquia, Peter Murray, em entrevista ao site da 'ESPN' americana, destacou a empolgação de ver a expansão da liga ao redor do mundo.

"Estamos empolgados em acelerar o crescimento fora dos Estados Unidos por meio da International Qualifier Series, em um torneio de uma noite projetado para identificar e recrutar os melhores lutadores de MMA de cinco grandes mercados ao redor do mundo. Estamos ansiosos para trabalhar com os EAU Warriors no Oriente Médio, uma região com afinidade por esportes de combate e uma impressionante colheita de lutadores de alto nível. Esse é um desafio único e veremos se esses atletas têm o que é preciso para lutar pelo PFL e competir por um título e um milhão de dólares", disse o dirigente da liga.

Murray adiantou que o evento de março, em Abu Dhabi, vai contar com duelos da categoria dos penas. No entanto, afirmou que nos outros shows programados vão ter lutas em outras divisões, incluindo femininas. A International Qualifier Series servirá como uma espécie de pré-temporada e vai movimentar a inclusão e demissão de atletas da sua lista final.

Atualmente o Brasil possui um campeão no PFL. Trata-se de Natan Schulte, que em 2018 e 2019 venceu o torneio dos leves da organização, inclusive faturando 2 milhões de dólares (cerca de R$ 8,4 milhões) por ser bicampeão da categoria.

Esporte