PUBLICIDADE
Topo

Dana White confirma acordo com Mayweather, mas desconversa sobre possível rival

Diego Ribas, em Las Vegas (EUA)

Ag. Fight

15/12/2019 14h35

Recentemente, Floyd Mayweather chocou o mundo das lutas ao anunciar através das redes sociais o seu retorno ao esporte. Ao deixar a aposentadoria de lado, o pugilista foi visto publicamente ao lado de Dana White, presidente do Ultimate, e os rumores de uma possível parceria entre os dois dominaram a mídia especializada ao redor do planeta. Durante a coletiva de imprensa do UFC 245, com sede em Las Vegas (EUA) no último sábado (14), o cartola da principal liga de MMA do mundo confirmou que existe um acordo firmado entre ele e 'Money', como é conhecido o boxeador americano.

No entanto, os detalhes deste novo projeto ainda estão nebulosos. Afinal, o UFC atualmente também investe e pretende iniciar promoção de eventos de boxe, o que abre espaço para negociações com o próprio Floyd dentro da liga. Mas a pergunta que fica é: Contra quem o pugilista invicto profissionalmente lutaria em seu retorno aos ringues? E, de fato, ele voltará a competir nos ringues? Ao ser indagado pela reportagem da Ag Fight, presente na coletiva, justamente sobre esse assunto, Dana White fez mistério.

"Floyd e eu fizemos um acordo no jogo dos 'Clippers', em Las Vegas. Eu e ele, ambos reconhecemos o nosso valor e o valor do outro no que cada um faz, então podemos fazer algo juntos. Nós dois juntos somos mais poderosos do que separados. Vamos começar a tocar esse projeto neste verão", projetou Dana, antes de desconversar sobre o possível adversário de Mayweather.

"Não sei o que faremos ainda (ao ser perguntado se Floyd vai encarar alguém do UFC). Temos que ver como as coisas transcorrem nos dois esportes. Não sou mais apenas o cara do UFC agora (risos)", completou o presidente do UFC.

Apontado como um dos maiores de todos os tempos em sua modalidade, Floyd se manteve invicto durante toda sua trajetória no boxe. Ao todo, foram 50 combates realizados, tendo o braço erguido em todas as ocasiões. Na última delas, o americano nocauteou Conor McGregor no combate que marcou a primeira coprodução entre UFC e a Mayweather Promotions.

Esporte