PUBLICIDADE
Topo

Imagem falsa de Supercopa 2020 viraliza, mas Conmebol desmente informações

Everton Ribeiro comemora gol do Flamengo, que já está classificado para o Mundial 2021 - Thiago Ribeiro/AGIF
Everton Ribeiro comemora gol do Flamengo, que já está classificado para o Mundial 2021 Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF
do UOL

Do UOL, em São Paulo

05/12/2019 15h44

A Conmebol afirmou no Twitter que a Fifa ainda não definiu formato nem número de equipes para o Mundial 2021.

Hoje, uma imagem falsa dos times já classificados para uma suposta Supercopa 2020 viralizou, apontando que o torneio daria duas vagas para o chamado "super Mundial", mas a organização declarou que as informações são falsas.

"A FIFA ainda não definiu o formato nem a quantidade das equipes que irão participar no Mundial 2021. A Conmebol esperará essas definições para propor um sistema de classificação. As mensagens que estão circulando não são oficiais", explicou a organização na rede social.

Chamado informalmente de "super Mundial" da Fifa, a competição que ocorrerá daqui a dois anos será a primeira a contar com 24 clubes em um formato diferente, com mais fases, em junho.

No caso da Conmebol, disputarão o "super Mundial" os dois campeões anteriores (2019 e 2020) da Libertadores e da Sul-Americana. Neste cenário, o Flamengo garantiu já sua vaga.

Imagem falsa que viralizou sobre a Supercopa 2020 - Reprodução
Imagem falsa que viralizou sobre a Supercopa 2020
Imagem: Reprodução

Os dois lugares restantes poderiam ser preenchidos por meio da reedição da Supercopa dos Campeões da Libertadores, com participação de todos os que já venceram o torneio na sua história, justamente a arte que viralizou que apresentavam 10 times brasileiros, dois colombianos, oito argentinos, um paraguaio, um chileno, um equatoriano e dois uruguaios.

Porém, a Conmebol explicou que ainda não definiu como essas duas vagas serão preenchidas.

Detalhes do Mundial 2021, que acontecerá na China, já estão definidos. Serão 24 equipes, sendo oito representantes europeus e seis sul-americanos. Ásia e África terão três representantes cada, assim como a Concacaf, que abarca América Central, América do Norte e a região do Caribe. Mais um representante virá da Oceania.

O torneio passará a acontecer de quatro em quatro anos.

Esporte