Topo

Future MMA 9: 'McGregor brasileiro' brilha em retorno e aplica belo nocaute

Ag. Fight

20/10/2019 12h33

O Future MMA 9 contou com belíssimas lutas em sua edição realizada em São Paulo, no último sábado (19). Um dos destaques do show foi Jonas Brilharinho, que também ficou conhecido como 'McGregor brasileiro'. Após três anos afastado das competições, o peso-pena (66 kg) retornou em grande estilo e, após estar soberano no duelo, nocauteou Junior 'Robocop', com uma joelhada voadora, ainda no primeiro round.

A luta principal do evento teve a disputa para saber quem seria o campeão dos meio-pesados (93 kg), em confronto entre Matheus Buffa e Fabão Vasconcelos. Depois de um começo instável, Buffa desferiu um cruzado certeiro, levou o oponente a knockdown e definiu a peleja no ground and pound. Após a conquista, o lutador fez questão de  homenagear os quatro bombeiros que morreram na última sexta-feira numa missão de resgate no Rio de Janeiro.

Outros dois lutadores que se destacaram nesta edição do show foram Rodrigo Lídio e Alan Gabriel Tilico. Ambos os lutadores precisaram de apenas um soco para derrotarem Evandro Barbosa e Lucas Fenômeno, respectivamente, ainda no primeiro assalto.

A organização do Future MMA decidiu mudar a questão de premiação para este evento. Por conta de grandes atuações, a franquia optou por premiar os quatro lutadores que melhor definiram seus compromissos. Dessa maneira, excepcionalmente, não teve prêmios de melhor luta e melhor lutador. Matheus Buffa, Jonas Bilharinho, Rodrigo Lídio e Alan Gabriel Tilico foram agraciados com a quantia de US$ 500 (cerca de R$ 2 mil) cada.

Confira os resultados completos:

Matheus Buffa nocauteou Fabão Vasconcelos aos 3:08 do 1ºR
Betão Nogueira venceu Rafael Coxinha por decisão dividida
João Alicate e Bruno Korea empataram por decisão majoritária
Jonas Bilharinho nocauteou Junior Robocop aos 4:26 do 1ºR
Denis Alagoas finalizou Assis Sousa com um mata-leão aos 3:36 do 3ºR
Guilherme Prodígio venceu Filipe da Silva por nocaute técnico (desistência) aos 22 segundos do 2ºR
Rodrigo Lídio nocauteou Evandro Barbosa aos 3:31 do 1ºR
Matheus Bocão venceu Rudson Caliocane por decisão unânime
Alan Gabriel Tilico nocauteou Lucas Fenômeno aos 2:15 do 1ºR
Uyran Presunto finalizou André Fischer com um armlock aos 2:56 do 2ºR
Zé Reborn venceu Lucas Faria por nocaute técnico a 0:38 do 1ºR
Manoel Maranhão venceu Carlos Crocodilo por decisão unânime
Guilherme Senegal venceu Thiago TKS por nocaute técnico a 1:54 do 1ºR
Danilo Espera venceu Neone Hatake por decisão dividida

Esporte