Topo

Inter age com cautela por novo técnico e seguirá com interino contra o Avaí

do UOL

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

13/10/2019 19h07

O Internacional não tem pressa para contratar seu novo treinador. Após o empate contra o Santos em 0 a 0, o diretor executivo de futebol, Rodrigo Caetano, disse que Ricardo Colbachini seguirá como interino contra o Avaí e que o processo de chegada do comandante de campo ainda irá levar alguns dias.

"Não estamos a ponto de anunciar (o novo técnico). Se tivéssemos isso planejado anteriormente, a saída, talvez já tivéssemos isso. Mas não fazemos isso. Temos muito respeito pelos profissionais que estiveram aqui, pelo Odair, que não é qualquer técnico, tem uma história no clube. Uma mudança não é um substituto imediato. E por isso mesmo temos que manter essa tranquilidade para ter critério. Se vamos anunciar o técnico para 2020 ou 2019, estamos fazendo esta análise. Não vai acontecer de hoje para amanhã, terça, há um critério para contratar o novo comandante", disse o dirigente.

Na próxima quinta-feira, contra o Avaí, Ricardo Colbachini seguirá no comando. A tendência é que o novo treinador só seja definido após a partida em Santa Catarina.

"Seguimos trabalhando na busca de um comandante, vou pedir a compreensão de vocês, mas a gente vai se dar o direito de falar quando tiver realmente alguém definido. Isso não colabora em nada. Até segunda ordem, o Ricardo (Colbachini) comanda o time, muito provavelmente, na quinta-feira também. Vamos tentar chegar a um consenso, na possibilidade de negociação, mas não vou prometer o que eu não possa cumprir. O Colbachini segue nessa semana, até quinta, e veremos dia após dia as decisões sobre o novo treinador", completou.

Há um momento de debate interno. Nomes estrangeiros como Ariel Holan, Jorge Almirón e Eduardo Coudet, ou brasileiros como Zé Ricardo e Abel Braga estão sob análise.

Esporte