Topo

Cresce preocupação com baixa venda de ingressos para Copa América

18/06/2019 11h13

Por Andrew Downie

SÃO PAULO (Reuters) - Os organizadores da Copa América expressaram preocupação com o comparecimento baixo nas primeiras partidas da competição realizada no Brasil e disseram que precisam corrigir erros no processo de emissão de ingressos para que mais torcedores tenham acesso aos jogos do torneio.

A questão veio à tona depois que se viram muitos espaços vazios nas arquibancadas no jogo de abertura entre Brasil e Bolívia, na sexta-feira, em São Paulo, e a polêmica aumentou na segunda-feira.

Só 47.260 espectadores estiveram no estádio do Morumbi, que tem capacidade para 65.601 pessoas, embora os organizadores tenham dito que as entradas se esgotaram.

Torcedores que tentaram comprar ingressos para os jogos do Brasil com antecedência enfrentaram dificuldades, e o Comitê Organizador Local (COL) disse que reteve alguns bilhetes que acabaram não sendo vendidos.

"Aperfeiçoaremos isso para agilizar o processo de reembolso", disse o COL em um comunicado.

O problema das vendas baixas ficou particularmente evidente nos segundo e terceiro dias da competição, quando três dos quatro jogos tiveram menos de 20 mil espectadores.

Só 11.107 torcedores assistiram à partida entre Peru e Venezuela em Porto Alegre, e 13.611 compareceram à vitória de 4 x 0 do Uruguai sobre o Equador em Belo Horizonte.

No empate de 2 x 2 entre Catar e Paraguai no Maracanã, com capacidade para 78 mil lugares, só havia 19.162 pessoas.

"É claro, é preocupante porque queremos que muitas pessoas vejam os melhores jogadores do mundo em ação, porque os jogadores sul-americanos são os melhores do mundo", disse o presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, no domingo.

"Este é um país que vive para o futebol, e gostaríamos de ver mais pessoas participarem. Alguns jogos tiveram muitas pessoas, outros, infelizmente, não tiveram tantas".

"Mas, no geral, o sentimento é muito positivo, e acho que irá melhorar".

O COL disse que publicaria os detalhes completos das vendas no site do torneio na segunda-feira, mas as informações não estavam disponíveis e a entidade não respondeu a pedidos de detalhes sobre a venda de ingressos em geral.

Alguns torcedores culpam os organizadores por administrarem mal a venda de ingressos, e outros a saturação, já que a edição atual da Copa América é o terceiro grande evento esportivo no Brasil em cinco anos.

Os preços altos também podem ser uma causa do comparecimento baixo.

Os ingressos para o confronto Brasil x Bolívia variavam de 190 a 590 reais, e a entrada mais barata para a maioria dos outros jogos é de 120 reais – um valor considerável para a nação em desenvolvimento.

Os 22 milhões de reais da venda de ingressos da partida inaugural, ainda que com arquibancadas parcialmente vazias, foram o montante mais alto de uma partida de futebol no Brasil, segundo a mídia brasileira.

Mais Esporte