Topo

Sete vezes em que o mundo do futebol tratou a Globo como "inimiga"

Reprodução
Imagem: Reprodução
do UOL

Do UOL, em São Paulo (SP)

2019-02-20T13:20:35

20/02/2019 13h20

Desde a noite de ontem (19), o Twitter foi inundado de comentários sobre áudios vazados em que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) trata a TV Globo como "inimiga", com o assunto circulando entre os mais citados na rede social.

Não foi a primeira vez, na realidade, que o principal canal da televisão brasileiro enfrentou uma grande resistência. Pelo contrário: no futebol, foram várias as ocasiões em que clubes, dirigentes ou torcedores culparam a emissora por algo ou trataram a Globo como 'inimiga'.

"Amigão da Vizinhança" despertou fúria de santistas

Reprodução
Torcida do Santos não é tão amiga do herói da vizinhança... Imagem: Reprodução

Uma decisão da Globo deixou os santistas completamente "pistolas" em 2015. Nas quartas de final do Paulistão de 2015, a emissora optou por transmitir jogo do Corinthians no sábado. O duelo entre Santos x XV de Piracicaba, às 16h do domingo, acabou inserido na grade do pay per view. Para ocupar a lacuna do tradicional horário do futebol, a emissora carioca exibiu 'O Espetacular Homem Aranha'. A presença do Amigão da Vizinhança gerou inúmeras reclamações, inclusive do clube.

Vasco abraça Sílvio Santos

Um dos choques mais icônicos de um clube com a Globo se passou há quase duas décadas. Incomodado com a cobertura da emissora sobre o caso da queda do alambrado do estádio de São Januário, ocorrido durante a final da Copa João Havelange de 2000 contra o São Caetano, o Vasco preparou uma 'surpresinha' para a partida que seria retomada dias depois. Eurico Miranda estampou o logo do SBT, concorrente global, no uniforme.

Antônio Gaudério/Folhapress
Eurico Miranda peitou a Globo e exibiu o logo do SBT na final da Copa João Havelange, em 2000 Imagem: Antônio Gaudério/Folhapress

A eterna "briga" de Petraglia com a Globo

O Athletico protagonizou recentemente uma disputa pública com a Rede Globo no campo das transmissões das partidas dos campeonatos estaduais. Sob comando de Mário Celso Petraglia, o clube paranaense não vendeu os direitos de transmissão do estadual de 2018 para a emissora. A final contra o Coritiba, por exemplo, foi exibida no Youtube, até a própria emissora do Rio de Janeiro derrubar o sinal, respaldada pelo contrato.

Aquela que não deve ser nomeada

É comum nas redes sociais ver torcedores do Palmeiras reclamando da preferência ao Corinthians. Palmeirenses mais fanáticos, inclusive, se recusam a citar o nome da emissora carioca. Rede Globo é apenas RGT. No âmbito profissional, o clube também vive um impasse com a emissora nas negociações dos direitos de transmissão para o Campeonato Brasileiro de 2019 - o atual campeão nacional firmou contrato com o Esporte Interativo e ainda negocia a exibição na TV aberta com a própria empresa da família Marinho.

Corintianos também reclamam

As críticas dos palmeirenses também são repetidas por corintianos. Em 2016, a principal organizada do clube protestou na Arena Corinthians e chamou a Globo de "manipuladora". As críticas eram direcionadas principalmente para os horários das partidas às 22h de quarta-feira. O futebol, para estes torcedores, era ?refém? da emissora carioca.

Botafoguenses adotam emissora de SP

A falta de jogos exibidos do Botafogo na Globo, neste ano, gerou revolta nas redes sociais. Como consequência da fraca campanha na Taça Guanabara, o clube de General Severiano ainda não apareceu na maior emissora do país. A ?seca? resultou em uma reação alternativa, com a torcida abraçando a Rede TV, que vai transmitir o jogo contra o Defensa y Justicia pela Copa Sul-Americana em parceria com a DAZN.

Futebol só depois da novela

Criou-se a máxima no torcedor de que a Rede Globo é a responsável por definir os horários das partidas. A maior revolta correspondia aos jogos exibidos às quartas-feiras, próximo das 22h e somente depois da novela mais tradicional da grade. A CBF entrou em acordo com a emissora, e agora nenhum jogo começará após às 21h30, o que faz o canal de TV modificar sua programação.

Mais Esporte