Topo

Organizada faz protesto tímido no CT do SPFC e deve repetir ato na segunda

do UOL

Eduardo Lucizano

Colaboração para o UOL, em São Paulo

2019-02-17T23:43:38

17/02/2019 23h43

Um grupo de cerca de 90 membros de uma das torcidas organizadas do São Paulo compareceu ao CT da Barra Funda para protestar contra a má fase. A equipe foi derrotada pelo Corinthians por 2 a 1, neste domingo (17), pelo Campeonato Paulista.

O anúncio do protesto foi feito por meio das redes sociais da torcida organizada. Cerca de 30 policiais estiveram no local para evitar algum problema, mas nenhuma ocorrência foi registrada.

Os jogadores do São Paulo não voltaram para o CT da Barra Funda após a derrota para o Corinthians. Nem mesmo o ônibus, inicialmente previsto para ir até o local, marcou presença - o veículo foi levado diretamente para a garagem.

Um novo protesto, no entanto, está sendo marcado para esta segunda-feira (18). A expectativa é que o movimento aconteça na parte da tarde.

"Não sabíamos que o ônibus viria para cá. Já pegaram seus carros e foram para casa, são uns bundões. Protesto vai ter a semana toda. Nenê, Diego Souza, Hudson, todos esses têm que sair do São Paulo", disse Baby, presidente da Independente, ao UOL Esporte.

A Polícia Militar jogou bombas de efeito moral para dispersar os torcedores que estavam reunidos nos arredores do CT da Barra Funda.

A derrota para o Corinthians deixou o São Paulo na segunda colocação do Grupo D com 9 pontos, mesmo número do Oeste, que ainda entrará em campo na rodada.
 

Mais Esporte