PUBLICIDADE
Topo

Estreia, desfalques e grana alta: Botafogo pega Náutico na Copa do Brasil

Paulo Autuori fará sua estreia pelo Botafogo nesta quarta-feira diante do Náutico pela Copa do Brasil - Vitor Silva/BFR
Paulo Autuori fará sua estreia pelo Botafogo nesta quarta-feira diante do Náutico pela Copa do Brasil Imagem: Vitor Silva/BFR
do UOL

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

19/02/2020 04h00

Paulo Autuori foi contratado pelo Botafogo para substituir o demitido Alberto Valentim. Ao aceitar a proposta, o novo treinador contava com dez dias de treinamento, já que a equipe estava eliminada da Taça Guanabara e só voltaria a campo em 1º de março. Porém, a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) mudou a programação e definiu o jogo contra o Náutico, pela segunda rodada da Copa do Brasil, para hoje (19), às 21h30 (horário de Brasília) no estádio dos Aflitos, em Recife.

A mudança gerou desconforto no Botafogo, que se viu com pouco tempo para implementar as ideias de Paulo Autuori. Além disso, o Alvinegro terá que lidar com jogadores que não conseguiram se recuperar, ainda mais com o tempo reduzido. Assim, o time não poderá contar com Joel Carli, Fernando e, muito provavelmente, Pedro Raúl. Rhuan Renato e Barrandeguy serão os titulares.

O centroavante é quem ainda tem alguma chance de jogar e o único do trio que viajou para Recife. Ele fará tratamento intensivo até a partida, quando fará um teste para saber se terá condições. Mesmo que vá a campo, é certo que não terá condições de atuar por 90 minutos. E isso pode significar que ele comece no banco de reservas, o que será definido por Autuori.

"É uma posição que no mundo é carente. Se estiver se sentindo bem, vamos analisar isso ainda amanhã [hoje, quarta], porque ainda tem três sessões de tratamento, vai viajar fazendo tratamento. Vamos tomar decisão, mas certamente não poderá atuar os 90 minutos. E vou decidir qual a melhor forma de utilizá-lo se for o caso", disse Autuori.

O treinador não seria o único a fazer sua estreia pelo Botafogo nesta quarta-feira. Enquanto Keisuke Honda ainda espera ser regularizado e pegar o entrosamento necessário, Loco Cortez desfilaria pela primeira vez com a camisa preta e branca em um gramado. Apesar de ter viajado com a delegação, o equatoriano não conseguiu ser regularizado a tempo e ficará de fora.

A tendência é que o meio de campo seja formado por Bruno Nazário, Luiz Henrique e Luiz Fernando, com Cícero e Alex Santana (ou Thiaguinho) mais recuados. Caso Pedro Raúl não tenha condições ou inicie entre os reservas, Igor Cássio deve ser o escolhido.

"Esperava ter pelo menos dez dias de treinamento. Tive apenas seis e vamos para um jogo decisivo. Mas este é o calendário. Pensei que tínhamos evoluído e me surpreendi quando recebi a notícia de quando seria o jogo. É a mesma situação que venho há tempos reclamando", afirmou o treinador do Botafogo.

"A gente sabe da importância da Copa do Brasil, gera muita grana. Jogo mais difícil, o Náutico está numa fase boa, consciente do que vão fazer em campo. Gilmar faz um trabalho interessante. Jogo difícil. Todo trabalho de treinador tem coisa que se solidifica. Tem coisa que o Alberto [Valentim] fez bem e estão solidificadas. Eu vou aos poucos dando a minha forma", completou Paulo Autuori.

FICHA TÉCNICA
NÁUTICO X BOTAFOGO

Data e hora: 19/02/2020, nesta quarta, às 21h30 (horário de Brasília)
Local: Estádio dos Aflitos, em Recife (PE)
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Auxiliares: Leone Carvalho Rocha e Edson Antonio de Sousa (GO)

NÁUTICO: Jefferson; Hereda, Ronaldo Alves, Rafael Ribeiro e Willian Simões (Erick Daltro); Jhonathan, Josa, Rhaldney e Jean Carlos; Paiva (Kieza ou Matheus Carvalho) e Erick. Técnico: Gilmar Dal Pozzo

BOTAFOGO: Gatito; Barrandeguy, Marcelo, Ruan Renato e Danilo; Cícero, Alex Santana; Luiz Henrique, Bruno Nazário e Luiz Fernando; Igor Cássio (Pedro Raúl). Técnico: Paulo Autuori

Esporte