Topo

R. Fan faz contraproposta e desafia R. Gaúcho usar camisa do Inter na Arena

do UOL

Colaboração para o UOL, em São Paulo

13/11/2019 13h10

A apresentadora Renata Fan fez questão de responder a provocação de Renato Gaúcho, técnico do Grêmio. Após ser desafiada pelo gremista a apresentar o Jogo Aberto desta quarta-feira com a camisa do tricolor gaúcho, a colorada aproveitou o programa de hoje (13) para fazer uma contraproposta a Portaluppi.

Reiterando que não vestirá a camisa do rival, mesmo valendo um carro popular, a apresentadora se comprometeu a comprar um automóvel para o treinador caso ele use uma camisa do Internacional em um jogo na Arena do Grêmio.

"Eu fico lisonjeada que o Renato não me esquece de jeito nenhum, está sempre de olho no Jogo Aberto, mas é o seguinte: Não estou com a camisa do Grêmio, não recebi a camisa do Grêmio e não vou usar a camisa do Grêmio. Desafio não existe mais. Agora, você demonstrou generosidade, que é um cara que gosta do fair play no futebol, e isso me comoveu, me emocionou", disse Fan.

"Então, eu tenho uma contraproposta: O Grêmio joga três jogos em casa, Flamengo, São Paulo e Cruzeiro. Se, em um desses jogos, na Arena do Grêmio, a sua casa, você fizer a partida inteira com a camisa oficial do Inter, número 7, Renato Portaluppi, eu pago o carro popular, que você pode passar para o Luciano, pode doar para uma instituição de caridade... Não tem problema nenhum. Mas o jogo inteirinho. Aquele mar azul e só aquela camisa vermelha linda, a mais bela do planeta, dentro da Arena. Você não é tão generoso? Eu gostei, foi corajoso, e eu também quero ser assim, então, te ofereço um carro popular, pode ser azul se você quiser, pode ser tricolor. O desafio está lançado", completou a loira.

Presente no programa, Denílson recriminou a colega pela proposta, já que ela não cumpriu o desafio do treinador gremista.

"Você jogou a bomba na mão dele, mas na sua mão, você não quer? Então você tem que falar assim: 'Se ele usar lá, você usa aqui'. Esse é o certo. Você é muito malandra também", argumentou.

Esporte