Topo

Comitê pró-Palestina pede suspensão de amistoso Argentina-Uruguai em Israel

Lionel Messi em partida pela seleção da Argentina - Luisa Gonzalez/Reuters
Lionel Messi em partida pela seleção da Argentina Imagem: Luisa Gonzalez/Reuters

Buenos Aires - AFP

13/11/2019 20h56

O Comitê Argentino de Solidariedade com o Povo Palestino pediu hoje às seleções de Argentina e Uruguai que desistam de jogar em Israel o amistoso previsto para a próxima segunda-feira (18) em Tel Aviv, em repúdio à política israelense.

Cerca de 30 pessoas se manifestaram com bandeiras palestinas em frente à sede da Associação de Futebol Argentino (AFA), no centro de Buenos Aires.

"Rioplatenses, não viajem!", se lia em uma cartaz. "Pedimos à AFA, à AUF e aos jogadores das seleções masculinas (de futebol) que não joguem em Tel Aviv no dia 18 de novembro", acrescentaram.

Argentina e Uruguai, com suas maiores estrelas Lionel Messi e Luis Suárez, têm prevista a disputa de outra edição do chamado 'clássico do Rio da Prata' em Tel Aviv na próxima segunda, mas a violência que estourou entre israelenses e palestinos também afeta essa cidade do Oriente Médio.

"Independentemente da intenção de vocês Israel utiliza nossas seleções para se mostrar como um estado moderno, aberto e liberal, ocultando a realidade de seu regime de ocupação militar e apartheid", acrescentaram os manifestantes.

Poucos dias antes da Copa do Mundo da Rússia, foi anulado um amistoso da Argentina com Israel que seria disputado em Jerusalém, em meio a um clima de tensão depois da decisão dos Estados Unidos de reconhecer essa cidade como capital de Israel e instalar ali sua embaixada, em ruptura com o consenso internacional.

Esporte