Topo

Inter revive problema, e ausência de D'Alessandro força mudança de perfil

D"Alessandro, lesionado, fica fora do time do Inter na próxima quarta-feira - Ricardo Duarte/Inter
D'Alessandro, lesionado, fica fora do time do Inter na próxima quarta-feira Imagem: Ricardo Duarte/Inter
do UOL

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

24/09/2019 04h00

D'Alessandro não enfrentou o Athletico Paranaense no jogo de volta da final da Copa do Brasil, não esteve em campo contra a Chapecoense, no último domingo, e não estará à disposição na próxima quarta contra o Flamengo, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. O gringo está lesionado e sem prazo para retornar. A ausência do argentino revive um problema no Inter e força uma nova alteração de perfil.

Por mais que o comando técnico não queira, não ter D'Alessandro já cria uma nova realidade. Não há um substituto de características semelhantes no elenco. D'Ale é o único armador com qualidade de passe e poder de controle do jogo no meio-campo. De quebra, é o principal líder do grupo.

No jogo que decidiu o título da Copa do Brasil, que ficou com Athletico Paranaense, a opção foi por Wellington Silva pela esquerda e Nico López pela direita. E ficou evidente, principalmente no segundo tempo, que faltou alguém com capacidade de encontrar um colega melhor posicionado, uma assistência que furasse as linhas compactas do adversário.

Rafael Sobis entrou na esperança de qualificar o "último passe" colorado. Mas não conseguiu ajudar o suficiente. Nos dias que sucederam a partida, ainda acabou se contundindo, mas já voltou a treinar.

Contra a Chapecoense, a Wellington e Nico foram mantidos pelos lados desde o início. No primeiro tempo o quadro foi semelhante. O Inter chegou ao ataque apenas em lances de bola parada, encheu Guerrero de cruzamentos, mas pouco criou pelo chão.

No segundo tempo, as entradas de Neilton e Parede melhoraram o cenário e o time chegou à vitória com gol de Lindoso.

Neilton foi quem melhor se adaptou ao posto de armador. A utilização dele nessa função agora é uma das alternativas que se apresenta para Odair Hellmann.

Mas sem D'Ale, o Colorado recorda o que houve no ano passado. Quando o argentino passou por um processo semelhante - com lesões que o afastaram da equipe - a opção foi por Nico e Pottker. Desta forma, ao invés de tentar a criação pelo chão, o Inter abusava do jogo físico e da profundidade com a velocidade de Pottker.

O cenário não pode ser repetido agora porque o ex-jogador da Ponte Preta também está lesionado.

O Internacional tem pouco tempo para trabalhar até o próximo confronto. O Flamengo será adversário nesta quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), no Rio de Janeiro.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Esporte