Topo

Inter treina fechado e mantém mistério sobre condição de D'Alessandro

D"Alessandro é dúvida para partida entre Inter e Athletico Paranaense, quarta-feira - Persio Ciulla | TXT Sports
D'Alessandro é dúvida para partida entre Inter e Athletico Paranaense, quarta-feira Imagem: Persio Ciulla | TXT Sports
do UOL

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

16/09/2019 17h11

Resumo da notícia

  • O Inter realizou treinamento com portas fechadas na tarde de hoje.
  • D'Alessandro, que sentiu desconforto no treino de domingo, é dúvida para o jogo de volta da final da Copa do Brasil.
  • Rodrigo Lindoso disse que o companheiro deve estar em campo, mas não deu detalhes.

De olho no jogo de volta da final da Copa do Brasil, o Inter optou por fechar o treinamento de hoje (16). Com D'Alessandro como dúvida, Odair Hellmann preferiu manter mistério na equipe.

Antes da atividade, que ocorreu no Beira-Rio, Rodrigo Lindoso concedeu entrevista coletiva e não deu qualquer indício da condição do companheiro.

"Estávamos no treino (de domingo), e ele (D'Alessandro) sentiu um desconforto. Cheguei há pouco no clube, conversei com algumas pessoas, não posso falar nada. Mas acho que vocês viram o Odair falando dele, então, não foi nada demais pela intensidade do treino, já era parte final, esperamos contar com ele na quarta", disse.

Odair Hellmann, após a vitória do Inter sobre o Atlético-MG, domingo, disse que o camisa 10 estará em campo na quarta-feira para enfrentar o Athletico Paranaense.

O susto veio no treinamento realizado em Porto Alegre. Uma fisgada na coxa direita o colocou como dúvida para o jogo que decide o título da Copa do Brasil.

Nas demais posições não há risco de troca. Caso D'Alessandro não tenha condições de jogar, Rafael Sobis aparece como primeira alternativa. Marcelo Lomba; Bruno, Moledo, Cuesta e Uendel; Lindoso, Patrick, Edenilson, D'Alessandro (Sobis) e Nico López; Paolo Guerrero, formam a equipe.

O Internacional ainda treinará na terça-feira. O jogo está marcado para quarta às 21h30 (de Brasília), no Beira-Rio. Por ter perdido o jogo de ida por 1 a 0, o Colorado precisa vencer por dois ou mais de margem para levar a taça sem precisar dos pênaltis.

Mais Esporte