Topo

Arquiteto do Santos revela projeto para setor geral e aumento de capacidade

Artur Katchborian, arquiteto contratado pelo Santos para realizar o projeto do retrofit da Vila Belmiro - UOL
Artur Katchborian, arquiteto contratado pelo Santos para realizar o projeto do retrofit da Vila Belmiro Imagem: UOL
do UOL

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

16/07/2019 04h00

O projeto de retrofit da Vila Belmiro visa modernizar o estádio do Santos e dar mais conforto ao torcedor que comparece ao local, mas não esquece do lado popular da torcida. O arquiteto Artur Katchborian, do escritório Biselli Katchborian, revelou em entrevista exclusiva ao UOL Esporte que existem planos para um setor de geral e o melhor: a capacidade inicialmente apresentada deve subir.

Na última quinta-feira, Katchborian esteve no Conselho Deliberativo do Santos para apresentar o anteprojeto, ou plano diretor, do retrofit da Vila Belmiro e mostrou um estádio moderno com capacidade para entre 18 e 20 mil pessoas.

A apresentação foi bem aceita pelos conselheiros e pelo torcedor santista em geral, mas a capacidade gerou discussões. Alguns conselheiros questionaram um aumento de capacidade para ao menos 25 mil. Um dos fatores que está em discussão e pode ajudar nesse objetivo é a implantação de um setor geral.

"O projeto comporta e tenho certeza que o presidente não se oporia. Eu amo geral. Eu sou da época do canal 100, as figuras mais interessantes estão na geral. Do jeito que estou projetando, com degraus mais longos e baixinhos, a geral vai aumentar de 30 a 40% da capacidade do setor. Ganhamos pelo menos mil lugares", respondeu o arquiteto quando questionado pela reportagem.

Ainda não há confirmação do setor, pois algumas alas dentro do Peixe são contrárias à ideia. A geral ficaria localizada no ponto onde hoje se encontra o setor mais novo do estádio, a arquibancada térrea atrás do gol oposto ao placar. No projeto de retrofit, o setor comportaria cerca de 3 mil lugares com cadeiras, mas pode ultrapassar os 4 mil se for feita a geral.

Assim, o projeto já ganharia pouco mais de mil lugares na capacidade total, podendo chegar a 21 mil sem mudanças no atual esquema. Ainda está em discussão a capacidade total e Katchborian deixou claro que consegue colocar 25 mil pessoas dentro da nova Vila Belmiro, mas depende de negociações com a prefeitura e afirmou que para isso o custo por assento aumentaria bastante.

Mais Esporte