PUBLICIDADE
Topo

No grupo de risco para coronavírus, Maradona vê futebol durante quarentena

Maradona tem histórico de problemas no coração, sendo mais suscetível para contrair a infecção - RONALDO SCHEMIDT / AFP
Maradona tem histórico de problemas no coração, sendo mais suscetível para contrair a infecção Imagem: RONALDO SCHEMIDT / AFP
do UOL

Do UOL, em São Paulo

26/03/2020 11h21

O ex-jogador e ídolo argentino Diego Armando Maradona, com 59 anos, segue em quarentena na cidade de Bella Vista. O craque se isolou com mais dois familiares para cumprir as determinações do presidente Alberto Fernández para conter o avanço do coronavírus no país.

Maradona contou ao Diário Olé que sua rotina se baseia em ver programas e jogos de futebol, além de usar suas redes sociais para falar com familiares, amigos e seguidores. O campeão mundial em 1986 entra em contato diariamente com seu médico pessoal para avaliar sua saúde. Maradona tem pressão alta e, em 2000, sofreu uma arritmia cardíaca — o que o coloca no grupo de risco da covid-19.

Nome histórico do futebol argentino, o ex-jogador já tinha se expressado contra a continuação de partidas nos campeonatos nacionais. O governo suspendeu as práticas esportivas no dia 17 de março. Antes, o presidente declarou que gostaria que os jogos continuassem, mas com portões fechados.

Esporte