PUBLICIDADE
Topo

Santos fecha acordo com concessionária do Pacaembu para ao menos dez jogos

Concessão do Estádio Pacaembu. Imagens aéreas (drone). Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho - Reprodução
Concessão do Estádio Pacaembu. Imagens aéreas (drone). Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho Imagem: Reprodução
do UOL

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

19/02/2020 10h34

O Santos anunciou na manhã de hoje (19) um acordo com a Allegra Pacaembu, concessionária que venceu a licitação do estádio, para atuar em dez oportunidades no local. O acordo já começa a valer a partir do clássico contra o Palmeiras, confirmado pela FPF para o Pacaembu após pedido santista.

O duelo frente ao Palmeiras está marcado para o dia 29 deste mês, às 16h, pela oitava rodada do Campeonato Paulista. Além desse, o Santos tem ainda mais dois mandos de campo na primeira fase do estadual: contra Mirassol e Santo André.

O presidente José Carlos Peres foi eleito com a promessa de campanha de jogar 50% das partidas do Peixe em cada estádio. O mandatário aumentou significativamente os mandos na Capital, mas não conseguiu cumprir esse número.

"O Pacaembu faz parte da história do Santos Futebol Clube. Nele conquistamos títulos de grande expressão, como nossa última Libertadores, e também fortalecemos nosso vínculo com nossa torcida localizada na capital e grande São Paulo. Equilibrar mandos de jogos entre Vila Belmiro e Pacaembu é um dos nossos maiores compromissos. Movimento importante para arrecadação de bilheteria, aumento do programa de sócios e maior visibilidade do Clube", afirmou Peres.

"Estamos muito felizes em receber o Santos FC no Pacaembu. Sem dúvida, esta será uma parceria duradoura. Queremos que a torcida santista sinta-se em casa e tenha uma excelente experiência no Pacaembu", comemorou Eduardo Barella, CEO da Allegra Pacaembu.

Esporte