PUBLICIDADE
Topo

Ronaldinho Gaúcho diz que City tem condição de vencer Liga dos Campeões

Gabriel Jesus comemora gol do Manchester City contra o Burnley -  REUTERS/Andrew Yates
Gabriel Jesus comemora gol do Manchester City contra o Burnley Imagem: REUTERS/Andrew Yates

Marton Dunai

Budapeste (Hungria)

06/12/2019 15h44

Ex-atacante do Barcelona e da seleção brasileira, Ronaldinho Gaúcho tem fé que Pep Guardiola encerrará sua fase ruim na Liga dos Campeões e conquistará o troféu com o Manchester City.

"É uma competição muito dura, mas ele é um técnico muito bom com um grande time à sua disposição, então eles podem desencantar a qualquer momento", disse Ronaldinho à Reuters em Budapeste, onde divulga o teqball, um esporte híbrido que mistura futebol e tênis de mesa.

Nas três temporadas transcorridas desde que o espanhol assumiu o comando, o City conquistou dois títulos do Campeonato Inglês e conseguiu uma trinca de troféus na temporada passada vencendo também a Copa da Inglaterra e a Copa da Liga Inglesa, mas ainda não triunfou no torneio de elite da Europa.

Hoje com 39 anos, Ronaldinho disse que o estilo de jogo do Manchester City, muito focado nos passes, pode ser diferente das iniciativas individuais espetaculares que marcaram sua própria carreira, mas que o clube inglês continua sendo "um candidato perene" e que joga um belo futebol.

"Não assisto os jogos deles por inteiro, normalmente só os melhores momentos, mas o que vejo do Man City eu sempre gosto muito", disse.

Pouco depois de assumir como técnico principal do Barcelona, em 2008, Guardiola tirou Ronaldinho do elenco, encerrando o que muitos consideram o auge da carreira do brasileiro, que incluiu levar o Barça à conquista de um título da Liga dos Campeões.

Depois disso Ronaldinho foi para o Milan, e três temporadas mais tarde voltou ao Brasil e foi ao México para encerrar a carreira.

Guardiola conquistou a Liga dos Campeões duas vezes com o Barcelona, mas não levou o troféu em suas passagens subsequentes pelo Bayern de Munique e pelo City.

Indagado sobre os paralelos entre ele e Neymar, atacante da seleção brasileira como ele, Ronaldinho disse que o compatriota "trocou um clube colossal por outro clube colossal quando trocou o Barça pelo PSG".

"Também há grandes jogadores em Paris, e como o Manchester City, eles são candidatos a um título da Liga dos Campeões todo ano. Se Neymar voltar ou não ao Barcelona, para mim a coisa mais importante é ver meus amigos felizes, em qualquer clube."

Ele disse que o futebol pode ter mudado desde sua época, mas que ainda o acha lindo.

"Futebol é sempre ótimo de assistir, seja um jogo mais tático de passes ou muito baseado na atuação individual", disse. "Depende dos técnicos, e cada um escolhe do seu jeito."

Esporte