Topo

De volta: Luis Enrique é anunciado novo técnico da Espanha

JOSE JORDAN / AFP
Imagem: JOSE JORDAN / AFP
do UOL

Do UOL, em São Paulo

19/11/2019 08h38

Durou pouco a especulação sobre o retorno de Luis Enrique ao comando técnico da seleção espanhola.

Na manhã de hoje, o presidente da Federação Espanhola, Luis Rubiales, confirmou em entrevista coletiva a volta do ex-Barça ao time - cinco meses após renunciar ao cargo por problemas pessoais.

"Luis Enrique é o chefe deste projeto, que começou com as Eliminatórias da Eurocopa e vai até a Copa do Mundo. Gostaria de desejar sorte a ele", disse Rubiales.

Enrique, que começou o ciclo pós-Copa da Espanha, retorna à seleção para a disputa da Eurocopa 2020 e substituirá seu antigo auxiliar Robert Moreno.

Moreno foi bastante elogiado no período em que esteve no cargo e tem ótimos números: são 7 vitórias, 2 empates e nenhuma derrota no comando da campeã mundial de 2010. Ao todo, foram 29 gols a favor e apenas 4 contra.

O presidente da federação afirmou que Moreno não foi contrário à volta do treinador. "Assinamos um contrato [com Moreno] em que estava claro que, se Luis Enrique pudesse voltar, ele voltaria. Ninguém pode se sentir enganado aqui. Ele nos disse que concorda e que não será um obstáculo para o retorno do Enrique".

Ontem, segundo o jornal Mundo Deportivo, Moreno se despediu dos jogadores aos pratos depois da vitória da Espanha sobre a Romênia.

Retorno após tragédia

A saga de Luis Enrique comandando a seleção europeia havia durado quase um ano. Em junho, o próprio treinador renunciou ao cargo por problemas familiares - dois meses depois, ele anunciou a morte de sua filha.

Rubiales, no entanto, disse que as portas sempre estariam abertas ao ex-Barcelona.

Esporte