Topo

Situação em Israel põe amistoso entre Argentina e Uruguai em risco

Lionel Messi em jogo pela seleção argentina - Luisa Gonzalez/Reuters
Lionel Messi em jogo pela seleção argentina Imagem: Luisa Gonzalez/Reuters

Montevidéu - AFP

12/11/2019 20h14

A violência entre israelenses e palestinos deixou as federações de futebol de Argentina e Uruguai cautelosas antes do amistoso previsto para segunda-feira (18), em Tel Aviv, entre as duas seleções sul-americanas.

O dirigente da Associação Uruguaia de Futebol (AUF), Gastón Tealdi, disse ao jornal local El Observador de hoje que, embora para que haja uma suspensão do jogo a federação argentina (AFA) precisa estar de acordo, "de todas as maneiras há uma causa de força maior" que poderia fazer com que o amistoso não aconteça.

"Hoje, pelo que vejo na mídia, está muito difícil jogar, mas vamos ver nos próximos dias como fica a situação", disse Tealdi ao jornal.

Já uma fonte da Associação do Futebol Argentino (AFA) disse à AFP que os dirigentes 'albicelestes' foram notificados pela organização do evento que "a segurança está garantida" para a partida em Tel Aviv.

"Nós seguimos com nosso planejamento conforme o previsto. Não temos nenhuma mudança. Falamos com a organização e nos disseram que a segurança está garantida. Veremos o que acontece nos próximos dias", afirmou a fonte.

Violência no Oriente Médio

Argentina e Uruguai, com suas maiores estrelas Lionel Messi e Luis Suárez, têm prevista a disputa de outra edição do "clássico do Rio da Prata" em Tel Aviv, na próxima segunda-feira, mas a violência que estourou entre israelenses e palestinos também afeta essa cidade do Oriente Médio.

Hoje, o Exército israelense matou na Faixa de Gaza um chefe militar da Jihad Islâmica, grupo palestino que respondeu com lançando uma série de foguetes contra Israel, onde várias cidades estavam em estado de alerta, fazendo temer uma escalada de violência.

As sirenes de alerta soaram em várias cidades israelenses, inclusive Tel Aviv, onde as escolas e a universidade foram fechadas devido aos disparos dos foguetes.

Com Messi, que volta à albiceleste depois de três meses de suspensão por fazer duras críticas à Conmebol, a Argentina treina em Palma de Mallorca, na Espanha, para enfrentar o Brasil na sexta-feira em Riad.

Já o Uruguai, comandado pelo técnico Oscar Tabárez, vai jogar com a Hungria em Budapeste na sexta-feira.

Poucos dias antes da Copa do Mundo da Rússia, foi anulado um amistoso da Argentina com Israel que seria disputado em Jerusalém, em meio a um clima de tensão depois da decisão dos Estados Unidos de reconhecer essa cidade como capital de Israel e instalar ali sua embaixada, em ruptura com o consenso internacional.

Esporte