Topo

Corinthians alerta contra estelionato na base e leva caso à Polícia

Roni, Marquinhos, João Victor, Lucas Piton e Janderson, atletas recentemente revelados na base do Corinthians - Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians
Roni, Marquinhos, João Victor, Lucas Piton e Janderson, atletas recentemente revelados na base do Corinthians Imagem: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians
do UOL

Samir Carvalho

Do UOL, em São Paulo (SP)

17/10/2019 13h11

O Corinthians apurou internamente um caso de estelionato nas categorias de base do clube. Um grupo de estelionatários está pedindo dinheiro em troca de falsos contratos e benefícios. O clube paulista, aliás, divulgou uma nota oficial alertando jovens jogadores e seus familiares.

O clube de Parque São Jorge revela que recebeu denúncias nos últimos dias e, por conta disso, encaminhou o caso à Polícia. Internamente, o clube já recebeu algumas informações do possível golpista.

Este tipo de caso é comum em bases de clubes de futebol e, inclusive, no Corinthians. No ano passado, o Alvinegro até espalhou placas no Parque São Jorge informando sobre o perigo de golpes nas categorias de base.

Confira abaixo nota oficial do Corinthians:

O Departamento de Formação de Atletas do Sport Club Corinthians Paulista recebeu, nos últimos dias, ligações e e-mails referentes a cobranças para a realização de peneiras e avaliações de atletas.

Nestes contatos, as pessoas alegavam que, por valores que variavam entre R$ 200 e R$ 300, indivíduos ofereciam:
• Pré-contrato assinado com nossa base, caso o atleta passasse na avaliação.
• Chuteira e uniforme.
• Alojamento para atletas de fora de São Paulo, com 120 vagas para todas as categorias.
• Possibilidade de devolução da taxa, caso o avaliado não fique com a chuteira e a camisa.

Todas estas informações são falsas

Esporte