Topo

"Não vim preparado para jogar contra Athletico e o árbitro", dispara Jesus

do UOL

Do UOL, no Rio de Janeiro

13/10/2019 19h20

Após a vitória por 2 a 0 sobre o Athletico, Jorge Jesus fez duras críticas ao árbitro Bráulio da Silva Machado. No primeiro tempo, o juiz anulou um pênalti claro a favor do Flamengo, em cima de Lucas Silva, revoltando jogadores e a torcida rubro-negra. A boa atuação do Rubro-Negro ficou em segundo plano, já que o técnico português levantou o tom contra a arbitragem.

"Sabíamos que jogo ia ser difícil pela qualidade do Athletico, pelas condições do sintético, jogo completamente diferente. Já viemos preparados. Viemos preparados para jogar contra uma equipe, não contra duas. Estávamos preparados contra o Athletico, mas não o árbitro", disparou.

A revolta de Jesus também se voltou contra o árbitro de vídeo, responsável pela anulação do pênalti. Para o treinador português, os profissionais que erraram como no jogo da Arena da Baixada precisam ser penalizados.

"Quem toma essas decisões tem que ser penalizado. Não pode tomar uma decisão e nem estar no campo para fazer outras asneiras. Não tem capacidade. Nem sei quem foi, mas não pode andar no VAR. Vai para casa, férias. E para não prejudicar o árbitro, que teve decisão certa, mas foi influenciado pelo VAR. Não pode passar impune. Quando um VAR não tem capacidade com todas as ferramentas que tem, não tem capacidade. É como todas as profissões, são para os melhores", opinou.

O Rubro-Negro não vencia o Athletico em Curitiba pelo Brasileirão desde abril de 1974, no Couto Pereira. Foi a primeira vitória da equipe na Arena da Baixada.

"De uma dificuldade incrível, depois corrigimos, começamos a jogar dentro do que é habitual da equipe. Mesmo tendo muitas baixas, mas a equipe não perde a competitividade. Isso foi fundamental para alcançar uma vitória e não deixar dúvida nenhuma. Mostra a dificuldade de ganhar aqui. Mas são só três pontos importantes para a caminhada. Mas nem tudo foi perfeito neste jogo. Ficamos sem três para o próximo, Bruno Henrique, Everton Ribeiro e Rafinha. Vamos ter que agregarmos uns aos outros como temos feito. Isso foi mostrado e justificado aqui com quem entrou. Terminamos com três da base, em uma competição decisiva não é fácil ter que arriscar sem saber muito bem o que pode acontecer, já que é a primeira vez ao lançar. Mas têm dado respostas positivas", disse.

Na próxima rodada, o Flamengo encara na quarta-feira o Fortaleza, às 20h, no Castelão. Na ponta do Brasileiro, a equipe, com 58 pontos, está oito à frente do Palmeiras.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Esporte