Topo

Por que a ESPN resolveu apostar em transmissões sem imagens dos jogos

Nenê e Danilo Avelar disputam bola durante Corinthians x Fluminense - Daniel Vorley/AGIF
Nenê e Danilo Avelar disputam bola durante Corinthians x Fluminense
Imagem: Daniel Vorley/AGIF
do UOL

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

23/08/2019 00h20

Resumo da notícia

  • Emissora transmitiu Athletico x São Paulo e Corinthians x Fluminense com narração e imagem apenas das torcidas
  • Modelo é comum desde a década passada na ESPN da Argentina e servirá como alternativa para a falta de direitos de transmissão do canal
  • Ideia deverá ser repetida nos jogos “às cegas” do Campeonato Brasileiro, quando não há transmissão televisiva alguma
  • Executivos do canal aprovaram os números de audiência do jogo entre Athletico e São Paulo

A ESPN Brasil adotou uma nova estratégia para exibir campeonatos em que não possui os direitos de transmissão. Anteontem (21), em Athletico x São Paulo (Campeonato Brasileiro), e ontem (22) no duelo entre Corinthians x Fluminense (Copa Sul-Americana), a emissora paulista exibiu imagens gravadas dos torcedores e escalou narrador e comentarista, prática comum na sede argentina e englobada como parte da integração com a regional do país vizinho.

Segundo apurou o UOL Esporte Vê TV, membros da equipe argentina presentes em São Paulo neste período de transição da emissora, que passa por uma reformulação desde a saída de João Palomino, idealizaram este novo formato na televisão e iniciaram os testes nesta semana. A prática deve seguir com algumas condições impostas pela própria ESPN Brasil.

O produto inédito da emissora no Brasil, mas comum desde a década passada em jogos na Argentina, será repetido em partidas "às cegas" do Campeonato Brasileiro - ou seja, sem transmissão alguma - e também naquelas exibidas apenas pela internet; no caso, a Sul-Americana, que tem os direitos de exibição sob posse do serviço de streaming da DAZN.

Para viabilizar este tipo de formato, a ESPN Brasil leva equipe para o estádio com comentarista e repórteres, que fazem o pré e o pós jogo normalmente. No estúdio, narrador e outro comentarista transmitem o jogo com uma pegada semelhante ao de uma jornada de rádio. A estrutura é semelhante à adotada na Argentina e repassada pelos executivos do país vizinhos que passam temporada em São Paulo.

Há uma preocupação da emissora paulista para não infringir os direitos de transmissão. A ESPN não exibiu em momento algum qualquer imagem ao vivo dentro do campo, incluindo a torcida. Ontem, por exemplo, a emissora enviou uma equipe para o estádio das Laranjeiras, onde torcedores do Fluminense se reuniram para assistir ao duelo pelas quartas de final da Sul-Americana.

Internamente, de acordo com apuração do UOL Esporte Vê TV, os executivos aprovaram os números de audiência do duelo entre Athletico x São Paulo. Ainda não há dados oficiais sobre esta nova prática, segundo a emissora afirmou em contato com a reportagem. A exibição de jogos é uma das políticas de integração com a matriz argentina, uma das mais importantes da marca no mundo.

Mais Esporte