Topo

Pet vê chute de Scarpa indefensável e brinca: "Se tivesse 3cm a mais"

Pet comenta chute de Scarpa durante "Seleção SporTV" - Reprodução/SporTV
Pet comenta chute de Scarpa durante "Seleção SporTV" Imagem: Reprodução/SporTV
do UOL

Do UOL, em São Paulo

21/08/2019 18h47

A bancada do "Seleção SporTV" debateu hoje o chute de Gustavo Scarpa que culminou no gol da vitória do Palmeiras sobre o Grêmio por 1 a 0, ontem, em Porto Alegre, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa Libertadores da América. O comentarista Petkovic brincou com seus colegas, dizendo que Paulo Victor, goleiro do Grêmio só defenderia a bola se tivesse três centímetros a mais, uma referência a um episódio em que o próprio Pet discutiu com Eric Faria no mesmo programa.

Primeiro, Petkovic argumentou que o chute foi indefensável por sua velocidade, por onde entrou e pelo posicionamento do goleiro.

"Para mim foi indefensável. Tem bola que acerta o ângulo, outras que pegam na trave, e o goleiro se estica todo e não consegue pegar. 'Ah, mas outro goleiro conseguiria pegar'. Mas aí é outra situação, outro posicionamento [...] A bola pegou velocidade, chegou a 100km/h", declarou Pet.

Na sequência, André Loffredo fez coro ao comentarista sérvio e destacou que Paulo Victor só defenderia o chute se fosse mais alto.
"Foi um pombo sem asa! Sabe como o Paulo Victor pegaria essa bola? Ele tem 1,87m, que é uma altura boa pra goleiro, mas tem maiores. Se ele fosse maior, tivesse 1,95m, por exemplo", concordou.

Neste momento, Pet recordou sua discussão com Eric Faria."Se ele tivesse três centímetros a mais!", brincou.

Na ocasião, o repórter do Grupo Globo defendeu que Helton, do Vasco, defenderia a cobrança de falta de Pet que deu o título do Campeonato Carioca de 2001 ao Flamengo se tivesse três centímetros a mais. A reação de Pet viralizou.

Mais Esporte