Topo

Fluminense mira Dorival Júnior após recusa de Abel para substituir Diniz

Bruna Prado/Getty Images
Imagem: Bruna Prado/Getty Images
do UOL

Caio Blois

Do UOL, no Rio de Janeiro

19/08/2019 23h56

Após a recusa de Abel Braga, informada em primeira mão no Blog do PVC, o Fluminense já mira outro nome para substituir o demitido Fernando Diniz: trata-se de Dorival Júnior.

O novo alvo tricolor ainda não foi procurado oficialmente pela diretoria do clube, o que deverá ocorrer ainda na manhã desta terça-feira (20). Considerado um pouco mais caro que Diniz, exigirá esforço na negociação e no pagamento de salários, mas a diretoria tricolor garante que poderá adequá-lo ao orçamento do futebol. A comissão técnica demitida custava mensalmente cerca de R$ 300 mil.

Em pouco mais de 60 dias, o presidente Mario Bittencourt conseguiu pagar três folhas salariais, reduzindo os atrasos da CLT para apenas alguns dias referentes ao mês de julho.

Sem Abel, Dorival é o nome preferido de Mario. O próprio mandatário deverá conduzir as conversas. O técnico também agrada ao vice geral Celso Barros e a outros diversos setores do clube, que enxergam nele um profissional experiente e de perfil ofensivo, o que tornaria mais simples a transição do trabalho de Fernando Diniz.

No segundo semestre de 2018, ainda na gestão Pedro Abad, o treinador foi sondado, mas o acordo acabou não se concretizando em razão de problemas familiares. Poucas semanas depois, Dorival assumiu o rival Flamengo, seu último trabalho. Ele deixou o Rubro-Negro no final da temporada de 2018, sendo substituído justamente por Abel no Ninho do Urubu.

Dorival Junior foi técnico do Fluminense em 2013, comandando a equipe em cinco jogos na reta final do Brasileirão: somou três vitórias, um empate e uma derrota, campanha que evitou o rebaixamento após imbróglio que envolveu a perda de pontos do Flamengo e da Portuguesa.

Curiosamente, Dorival não foi mantido para 2014 pelo então presidente Peter Siemsen porque Celso Barros, à época presidente da Unimed, patrocinadora do clube, já tinha um acordo com o técnico Renato Gaúcho para a temporada.

Mais Esporte