Topo

Rafael Papagaio falha como titular e amplia crise no ataque do Atlético-MG

do UOL

Do UOL, em Belo Horizonte

18/08/2019 04h00

Os centroavantes do Atlético-MG vivem momento difícil em 2019. Na derrota por 1 a 0 para o Athletico Paranaense, ontem, pelo Campeonato Brasileiro, foi a vez de Rafael Papagaio passar em branco. O atacante até teve chances de marcar, mas falhou na hora de concluir.

"Antes de tomar o gol, a gente criou três, quatro chances de gol. O Papagaio conseguiu criar algumas chances, mas falhou nas conclusões. É um jovem que ainda vai crescer", disse Rodrigo Santana, em entrevista coletiva após o jogo.

O otimismo do técnico é graças ao que o garoto de 20 anos tem apresentado recentemente na equipe mineira. A fase dos homens de frente, no entanto, não é nada boa, mesmo com o gol de Ricardo Oliveira na rodada passada, na vitória por 2 a 1 sobre o Fluminense, no Independência.

Apesar do gol feito no fim de semana passado, o camisa 9 ficou 15 partidas sem saber o que é balançar as redes. Foram mais de três meses de jejum com as cores do clube mineiro. Ele marcou em vitória sobre o Avaí, em 27 de abril passado, e só voltou a marcar em 10 de agosto, durante o triunfo sobre o Fluminense.

A vida de Alerrandro é parecida. O jogador de 19 anos também vive jejum neste ano. Depois de estufar as redes no empate com o São Paulo, em 13 de junho passado, o jovem está há cinco jogos sem marcar.

Em sua primeira chance como titular do Atlético sob a batuta de Rodrigo Santana, Rafael Papagaio não rendeu o esperado. O jovem, que pertence ao Palmeiras e está emprestado até o fim do ano, falhou em lances cruciais. Mesmo assim, teve chance de ficar até o fim no revés para o Athletico.

Mais Esporte