Topo

Desapontado com desempenho de Cain, Cormier projeta "acabar" com Ngannou

Steven Ryan/Getty Images/AFP
Daniel Cormier celebra vitória sobre Derrick Lewis no UFC 230 Imagem: Steven Ryan/Getty Images/AFP

Ag. Fight

2019-02-19T10:09:53

19/02/2019 10h09

Daniel Cormier está temporariamente afastado do UFC devido a uma lesão nas costas, mas o campeão dos pesos-pesados parece ter um leque cada vez maior de opções para escolher contra quem colocará o cinturão em jogo. E o novo alvo de 'DC' pode ser Francis Ngannou, que surpreendeu boa parte dos fãs ao nocautear Cain Velasquez nesse domingo (17), em menos de 30 segundos de luta.

Companheiro de treinos de Velasquez na American Kickboxing Academy (AKA), Cormier ressaltou que o americano de origem mexicana estava preparado para voltar à atividade, apesar de Cain ter ficado quase três anos afastado dos octógonos. E, ainda que desapontado com o desempenho do parceiro, em entrevista ao programa 'Sportscenter', 'DC' elogiou os atributos físicos de Ngannou e deixou em aberto a possibilidade de enfrentá-lo no futuro.

"Foi muito difícil de assistir. (...) Estou muito desapontado. Sei o quanto ele (Cain Velasquez) treinou, o quão bem ele se preparou para essa luta. E, terminar do jeito que aconteceu foi muita infelicidade. (...) Ele parecia bem, pensei que ele estivesse pronto para lutar, senti que ele estava pronto para vencer essa luta. Você simplesmente não pode controlar algumas coisas que acontecem", destacou.

"Ele machucou o joelho. E estava lutando contra um cara grande e poderoso como Francis. Não há espaço para erros.  (...) Francis Ngannou não me desafiou. Talvez, mais tarde, ele irá. E, se decidirmos que isso é algo que iremos fazer, então é o que farei. Eu não 'lutaria' com Francis Ngannou. Eu acabaria com Francis Ngannou", completou.

Aos 40 anos, Cormier projetava se aposentar em 2019, mas a lesão nas costas deve adiar os seus planos. Dentre as possibilidades especuladas para o campeão dos pesados no futuro, estão fazer uma nova luta contra Stipe Miocic, enfrentar a estrela do telecatch Brock Lesnar, pisar no octógono pela terceira vez contra Jon Jones, e, agora, o embate com Ngannou. No entanto, o campeão dos pesados precisará se recuperar antes de buscar novas vitórias no cartel profissional, que, atualmente, conta com 22 triunfos, uma derrota e um 'no contest'.

Mais Esporte