PUBLICIDADE
Topo

Sob protestos, Vagner Love diz que não há "corpo mole" no Corinthians

Vagner Love durante a partida entre Corinthians e Santo André pelo Paulistão - Marcello Zambrana/AGIF
Vagner Love durante a partida entre Corinthians e Santo André pelo Paulistão Imagem: Marcello Zambrana/AGIF
do UOL

Do UOL, em São Paulo

26/02/2020 23h48

Ainda que o Corinthians tenha arrancado o empate nos acréscimos da partida contra o Santo André, na noite de hoje (26), na Arena, a equipe chegou ao quarto jogo sem vitória no Campeonato Paulista e ouviu a torcida protestar depois do apito final. Apesar da situação complicada, Vagner Love defendeu o elenco.

"A gente joga no Corinthains e sabe que é pressão todos os dias. A gente tem que saber lidar com isso. A gente não está fazendo corpo mole. O torcedor tem todo o direito de protestar, cobrar. Jogamos no Corinthians, temos que dar o máximo sempre", disse à "TV Globo".

"Isso a gente não tem [corpo mole], a gente luta dentro de campo. Vacilamos em alguns jogos, mas treinamos todos os dias para chegar aqui e fazer um bom trabalho", acrescentou.

Na saída dos jogadores, a torcida entoou gritos de "Não é mole, não, tem que ser homem para jogar no Coringão". Vale ressaltar que houve um protesto no CT Joaquim Grava hoje, antes da partida do Paulistão.

"Os vacilos que a gente vem dando, na defesa, na bola parada. Depois a chuva dificultou que o nosso time jogasse. E aí sabíamos que seria um jogo de briga, de imposição. Bola aérea, tentar finalização de longe. Infelizmente o resultado não veio para gente", concluiu Love.

Esporte