PUBLICIDADE
Topo

Vice da Libertadores, River encara azarão na final da Copa da Argentina

12/12/2019 16h15

Buenos Aires, 12 dez (EFE).- Batido pelo Flamengo de maneira dramática há duas semanas na final da Taça Libertadores, em Lima, o River Plate terá neste sábado uma nova chance de conquistar mais um título em 2019, na final da Copa da Argentina, contra o Central Córdoba, surpresa da competição.

A derrota na capital peruana, em um jogo em que o River esteve à frente no placar até os 43 minutos do segundo tempo, já faz parte do passado. Neste sábado, os 'Millonarios' entrarão em campo como favoritos absolutos Malvinas Argentinas, em Mendoza, na busca pela 11ª conquista da chamada 'Era Marcelo Gallardo'.

O treinador, ídolo da torcida, tinha a saída especulada, mas anunciou nesta quinta que continuará no cargo. O alvo principal é o Campeonato Argentino, que ele ainda não tem no currículo, mas antes disso vai em busca do tri da Copa, após ter vencido as edições de 2016-2017 e 2017.

"Todas as finais são diferentes e todas têm os seus temperos. Não é fácil ganhar a Copa da Argentina, muitos ficam pelo caminho, e há muitas surpresas. A equipe de Santiago deixou grandes adversários pelo caminho", declarou o 'Muñeco' em entrevista coletiva nesta quarta, referindo-se ao Central Córdoba, da cidade de Santiago del Estero, no norte da Argentina.

O Central fez campanha surpreendente até agora, eliminando times de tradição, como All Boys, Estudiantes de La Plata e Lanús para chegar a uma final na elite argentina pela primeira vez na história. A equipe só disputou a primeira divisão em uma ocasião, na distante temporada 2019-2020.

"Sabemos como encarar esta partida e estamos convencidos de que podemos vencer. Vamos enfrentar o melhor time argentino dos últimos dez anos, mas não consigo imaginar a vida sem sonhos, então vamos sonhar com tudo", declarou o treinador do time de Santiago del Estero, Gustavo Coleoni.

No Campeonato Argentino, o River é quinto colocado, com 27 pontos, três a menos que o líder Argentinos Juniors. O Central é 18º, com 18.

Prováveis escalações:.

Central Córdoba: Rodríguez; Quilez, Oviedo, Nani e Bay; Meli, Vega, Galeano, Alzugaray e Melivilo; Herrera. Técnico: Gustavo Coleoni.

River Plate: Armani; Montiel, Martínez Quarta, Pinola e Casco; Pérez, Fernández, Palacios e De La Cruz; Suárez e Borré. Técnico: Marcelo Gallardo.

Árbitro: Facundo Tello, auxiliado por Gabriel Chade e Facundo Rodríguez.

Estádio: Malvinas Argentinas, em Mendoza. EFE

Esporte