PUBLICIDADE
Topo

Galvão volta ao Bem, Amigos e resume experiência no Peru: "Gratidão"

Galvão Bueno - Divulgação/TV Globo
Galvão Bueno Imagem: Divulgação/TV Globo
do UOL

Colaboração para o UOL, em São Paulo

09/12/2019 22h25

Apresentador e narrador do Grupo Globo, Galvão Bueno voltou ao trabalho hoje (9), no comando do Bem, Amigos. Logo no início do programa, ele falou sobre a experiência por que passou no Peru, onde sofreu um infarto e ficou hospitalizado. Galvão afirmou que a única palavra que pode resumir os acontecimentos é "gratidão".

"Hoje, o programa para mim é muito especial. Minha volta ao trabalho depois do susto em Lima, no Peru. Não há nada a esconder. Realmente, na madrugada de quinta-feira, tive um infarto de pequenas proporções. [...] Fui atendido prontamente por lá. São muitos nomes a quem tenho que agradecer, pela forma com que fui tratado por lá. Para definir o que passei em uma palavra, tenho que usar gratidão. E sou grato a Deus porque Desirée estava comigo. Se estivesse sozinho, capaz de nem ter ido ao hospital", disse Galvão.

O narrador projetou a sua ida ao Catar, onde comandará a transmissão dos jogos do Flamengo no Mundial de Clubes. Galvão, que narrou o título mundial rubro-negro em 1981 contou que será uma experiência especial.

"No próximo sábado, 3h30, embarco para o Catar para transmitir mais um Mundial de Clubes. E este é muito especial. [...] Em 1981, com menos de três meses de Globo, confiaram em mim para ir até o Japão e transmitir Flamengo x Liverpool. Foi a primeira transmissão da Globo de uma final de Mundial Interclubes. Imagine, e eu acredito que aconteça, 38 anos depois narrar uma nova decisão entre esses dois clubes. E, em vez de estar no campo, como daquela vez, o Júnior vai estar do meu lado. E aí o coração tem que estar bom mesmo, e desta vez está", completou.

Esporte