PUBLICIDADE
Topo

"Sofro e fico triste", lamenta perfil do Mineirão no Twitter após tumulto

Torcedor arremessa parte de cadeira no Mineirão - Pedro Vilela/Getty Images
Torcedor arremessa parte de cadeira no Mineirão Imagem: Pedro Vilela/Getty Images
do UOL

Do UOL, em São Paulo

08/12/2019 20h54

O Mineirão foi depredado por torcedores do Cruzeiro durante a derrota por 2 a 0 para o Palmeiras que rebaixou a equipe para a Série B pela primeira vez . O perfil do estádio foi às redes sociais lamentar que suas instalações tenham sido destruídas. Foram dois posts no Twitter que expuseram imagens de locais quebrados.

Assim que Dudu fez 2 a 0 para o Palmeiras, começaram as confusões nas arquibancadas. Cadeiras arrancadas, brigas, banheiros destruídos e intervenção da PM (Polícia Militar). Bombas de gás lacrimogênio foram disparadas, pessoas ficaram feridas e jogadores saíram correndo de campo.

Torcedores precisaram ser levadas ao gramado para receber atendimento de socorristas do Corpo de Bombeiros. Um pai foi obrigado a colocar o filho no colo e atravessar o campo para buscar um lugar seguro enquanto era escoltado por policiais.

No lado de fora do Mineirão, houve quebra quebra. A tropa de choque e a cavalaria foram acionadas e empregaram bombas de gás lacrimogênio e balas de borracha. A partida foi interrompida no final do segundo tempo por falta de condições de segurança. Por causa da violência, o Palmeiras cancelou a entrevista coletiva depois do jogo.

Esporte