Topo

Estádio Nacional de Tóquio está pronto, informa órgão proprietário

19/11/2019 10h49

Tóquio, 19 nov (EFE).- As obras de construção do novo Estado Nacional do Japão, principal sede dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio 2020, foram concluídas a um mês da inauguração oficial, informou a organização proprietária do complexo.

Segundo o Japan Sport Council (JSC), os toques finais de construção foram concluídos na última quinta-feira e apenas a inspeção final está faltando antes da cerimônia de abertura em 21 de dezembro.

O novo Estado Nacional, projetado pelo arquiteto japonês Kengo Kuma, com capacidade para 60 mil espectadores, receberá as cerimônias de abertura e encerramento dos Jogos do ano que vem, além de competições de atletismo e futebol.

A construção começou em dezembro de 2016, mais de um ano depois do planejado, porque o projeto original, da arquiteta anglo-iraquiana Zaha Hadid, morta em 2016, foi descartado e substituído pelo dos japoneses depois que os custos dispararam. O valor total foi de 150 bilhões de ienes (R$ 5,79 bilhões).

Com o atraso na construção, o estádio não pôde ser usado para sediar partidas durante a recente Copa do Mundo de rúgbi, como estava previsto anteriormente.

O primeiro evento esportivo público a ser realizado no estádio será a final da Copa do Imperador, em 1º de janeiro. Os Jogos de Tóquio acontecerão de 24 de julho a 9 de agosto, enquanto os Paralímpicos serão realizados de 25 de agosto a 6 de setembro.

O governo japonês cogita elaborar um plano de privatização do estádio depois dos eventos, e as instalações deverão entrar em funcionamento comercial no segundo semestre de 2022, após serem reformadas. EFE

Esporte