Topo

Como Rodrygo empolgou Tite e furou a fila de Vinícius Jr. na seleção

Rodrygo conseguiu chance na seleção para os amistosos contra Argentina e Coreia do Sul - Lucas Figueiredo/CBF
Rodrygo conseguiu chance na seleção para os amistosos contra Argentina e Coreia do Sul Imagem: Lucas Figueiredo/CBF
do UOL

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

14/11/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Tite se encantou com o atacante do Real Madrid e já o colocou no grupo que disputará os amistosos contra Argentina e Coreia do Sul
  • O principal motivo pelo encantamento foi o amadurecimento apesar da pouca idade
  • Seus fundamentos técnicos também são colocados por ele e por Zidane como que melhores que os de Vinícius

"Ele é de verdade". A frase que Tite diz sobre poucos foi usada pelo treinador para definir Rodrygo durante conversa com pessoas da comissão técnica da seleção brasileira. O comandante se encantou com o atacante do Real Madrid e já o colocou no grupo que disputará os amistosos contra Argentina (sexta, dia 15) e Coreia do Sul (terça, 19), furando a fila que tinha nomes como Vinícius Júnior à frente.

O principal motivo pelo encantamento foi o amadurecimento apesar da pouca idade. Aos 18 anos, o jogador já apresentou maturidade na hora de tomar decisões nos jogos da equipe espanhola e ganhou a frente na fila também com Zidane, no Real Madrid, onde Vini tem tido dificuldades para se adaptar.

Seus fundamentos técnicos também são colocados pelos dois treinadores como que melhores que os de Vinícius. Taticamente, a joia santista também tem mais atributos do que a flamenguista, na avaliação das comissões técnicas que já trabalharam com os dois.

Recentemente, ele se tornou o jogador brasileiro mais jovem a marcar gol na Liga dos Campeões e o segundo mais jovem a conseguir o hat-trick. O feito ainda lhe rendeu o prêmio de melhor atleta da semana nas competições da Uefa.

Rodrygo já sabia que Tite estava de olho em seu futebol há um tempo. A primeira vez que o comandante da seleção recebeu notícias sobre ele foi em um papo com Jair Ventura, um dos treinadores da joia na Vila Belmiro.

"Sei que o Tite me acompanha há bastante tempo. No começo sempre joguei mais do lado esquerdo e não conseguia ir bem no lado direito. Mas depois joguei bem pela direita e joguei por dentro também. Hoje não tenho posição preferida. Acho que faço bem todas no ataque. Antes só conseguia jogar bem pela esquerda", falou o atleta em sua coletiva de imprensa como jogador da seleção.

A competição entre Rodrygo e Vinicius Júnior fica mais nas páginas de jornais e nas mesas de debate do que no dia a dia dos dois. Brigando por um espaço em campo, eles têm ótimo relacionamento fora dele. Até mesmo as famílias já mantêm relação vivendo na capital espanhola.

Nos amistosos, Rodrygo tem um pouco mais chance de ser escalado por conta do desfalque de Neymar e David Neres. O primeiro não foi nem convocado por conta de lesão. O segundo foi cortado após se machucar em jogo pelo Ajax.

Esporte