Topo

Campeão, Hamilton chega ao GP do Brasil embalado pela busca de mais recordes

14/11/2019 12h16

São Paulo, 14 nov (EFE).- O circuito de Interlagos, em São Paulo, será palco neste fim de semana do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, duas semanas após o britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, ter conquistado o sexto título, em que a disputa que segue aberta é a do terceiro lugar, postulado por três pilotos.

O dono do carro 44 garantiu o troféu com o segundo lugar no GP dos Estados Unidos. O piloto tem 381 pontos, contra 314 do companheiro de equipe, o finlandês Valtteri Bottas, já garantido como vice-campeão da temporada.

Nas duas últimas etapas de 2019 - depois do Brasil, a F-1 ainda passará por Abu Dhabi, nos Emirados Árabes -, Hamilton terá a oportunidade de conseguir a maior pontuação na história, superando os 408 pontos que fez em 2018.

Além disso, se ganhar em Interlagos, o britânico seguirá se aproximando no número de vitórias do alemão Michael Schumacher, único sete vezes campeão da categoria. O ex-Bennetton e Ferrari subiu ao topo do pódio 91 vezes, oito a mais que o principal perseguidor no quesito.

Com Hamilton e Bottas nos dois primeiros lugares na tabela de classificação, os olhares se voltarão a disputa do terceiro lugar no Mundial de Pilotos, em que três pilotos estão na briga, o monegasco Charles Leclerc, da Ferrari; o holandês Max Verstappen, da Red Bull; e o alemão Sebastian Vettel, também da escuderia vermelha.

A melhor situação é a do jovem prodígio do time italiano, que 249 pontos. O dono do carro 16 tem 249 pontos. Leclerc, no entanto, será punido em dez posições, segundo divulgou nesta quarta-feira a própria Ferrari, por causa da troca de componentes no motor.

Logo atrás do monegasco, estão Verstappen, com 235 pontos, e Vettel, com 230.

Outra posição em disputa é a primeira depois do 'top-5', que envolve o tailandês Alexander Albon, da Red Bull (84 pontos), o espanhol Carlos Sainz, da McLaren (80), e o francês Pierre Gasly, da Toro Rosso (77).

Entre os construtores, os três primeiros colocados na tabela já estão definidos, com a Mercedes tendo o conquistado o título, e sendo seguida por Ferrari e Red Bull.

A McLaren está em situação confortável na briga pelo quarto lugar, que seria o melhor resultado desde o terceiro posto de 2012. O time inglês tem 121 pontos, contra 83 da Renault, sendo que ainda estão em disputa 88 pontos.

Os motores vão roncar para o GP do Brasil pela primeira vez nesta sexta-feira, às 11h (de Brasília), com o TL1. Quatro horas depois acontecerá a segunda sessão livre.

No sábado, às 12h, os pilotos e as equipes participarão do TL3, fazendo os últimos ajustes para a sessão de classificação, marcada para o mesmo dia, às 15h. No domingo, às 14h10, será dada a largada para a primeira das 71 voltas. EFE

Esporte