Topo

Time treinado por Xavi cai nas semifinais da Liga dos Campeões da Ásia

22/10/2019 16h10

Redação Central, 22 out (EFE).- O Al-Sadd, do Catar, que é treinado pelo espanhol Xavi, venceu nesta terça-feira o Al-Hilal, da Arábia Saudita, por 4 a 2, fora de casa, mas se despediu da Liga dos Campeões da Ásia, enquanto o adversário garantiu lugar na final.

Os anfitriões, que tinham levado a melhor na ida por 4 a 1, pularam na frente do placar aos 13 do primeiro tempo, graças a gol do atacante Salem Al-Dawsari. O atacante Akram Afif, aos 17, o meia sul-coreano Nam Tae-hee, aos 19, e o atacante Hassan Al-Haydos, aos 20, reverteram o marcador.

O atacante francês Bafétimbi Gomis, que na partida de ida marcou uma vez a favor e outra contra, balançou a rede para o Al-Hilal aos 25 da etapa inicial, o que obrigava o Al-Sadd a fazer mais dois gols, para se garantir na decisão.

Os visitantes, no entanto, só mexeram mais uma vez, no placaro, aos 48 do segundo tempo, graças ao meia-atacante argelino Boualem Khoukhi.

Classificado, o atual campeão saudita aguarda o classificado da série entre Guangzhou Evergrande, da China, e Urawa Red Diamonds, do Japão, que venceu o jogo de ida por 2 a 0, em casa. A definição da oura semifinal acontecerá amanhã.

O Al-Sadd, por sua vez, não será campeão continental, mas já tem vaga garantida no Campeonato Mundial de Clubes, que acontecerá no Catar, pela vaga de campeão do país-sede.

A equipe comandada por Xavi estreará no torneio na fase preliminar, encarando o Hienghène Sport, da Nova Caledônia, e se ganhar, pega na sequência o Monterrey, do México. Em caso de novo resultado positivo, o adversário nas semifinais será o Liverpool. EFE

Esporte