Topo

Rebaixamento pode até inviabilizar projeto de clube empresa no Botafogo

Projeto de S.A do Botafogo poderá ser inviabilizado em caso de rebaixamento para a Série B - Leonardo Aversa/Agência O Globo
Projeto de S.A do Botafogo poderá ser inviabilizado em caso de rebaixamento para a Série B Imagem: Leonardo Aversa/Agência O Globo
do UOL

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

18/10/2019 04h00

O Botafogo atravessa um momento de transformação. Em meio a disputa do Campeonato Brasileiro, o clube da sequência ao projeto para se transformar em empresa a partir de dezembro. O problema é que o time despencou na tabela e a luta contra o rebaixamento já é uma realidade. A queda para a segunda divisão é o pior dos cenários e pode até mesmo inviabilizar o que tem sido planejado a partir dos estudos encomendados pelos irmãos Moreira Salles.

É que o projeto depende de investidores. Muitos deles estão animados com a possibilidade de injetar dinheiro no Botafogo em 2020. Segundo apuração do UOL Esporte, os eles podem decidir injetar a verba da mesma maneira. Entretanto, haveria uma queda significativa de exposição, o que certamente não agrada os empresários interessados no case. Além disso, o Botafogo perderia uma quantia significativa da Globo, já que dificilmente apareceria em TV aberta. Sendo assim, ficaria apenas com direito de transmissão de TV fechada e PPV.

O Botafogo teve grande campanha no primeiro turno, mas viu o desempenho despencar após a paralisação para a Copa América. Eduardo Barroca não resistiu e foi demitido. A diretoria agiu rápido e trouxe Alberto Valentim para seu lugar - estreou com derrota para o Vasco, na última quarta-feira, em São Januário.

A distância para a zona de rebaixamento diminui a cada rodada. A gordura acumulada foi totalmente eliminada e os quatro pontos de diferença para o CSA, primeiro time no Z-4, pode cair para um em caso de vitórias dos alagoanos sobre o próprio Botafogo na segunda-feira (21), no Nilton Santos.

Portanto, a situação do Botafogo ficou bastante complicada na temporada. Mais que isso, a falta de reação poderá até mesmo impactar diretamente no futuro do clube. Os sinais de alertas estão mais que ligados em General Severiano. Resta saber se isso será o suficiente.

Esporte