Topo

Guarín vive expectativa de estreia para tentar mostrar serviço em 2 meses

Fredy Guarín em atividade durante treino do Vasco - Rafael Ribeiro / Vasco
Fredy Guarín em atividade durante treino do Vasco Imagem: Rafael Ribeiro / Vasco
do UOL

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

16/10/2019 12h00

Resumo da notícia

  • Volante colombiano Guarín foi relacionado e pode fazer a estreia pelo Vasco
  • Jogador chegou a São Januário após flerte com o Flamengo
  • Acertou, anunciado em ritmo de funk pelo clube, gerou grande expectativa na torcida cruz-maltina
  • Contrato de Guarín com o Vasco vai apenas até o fim desta temporada

Após a chegada com todo o destaque de um reforço internacional, o volante Fredy Guarín vive a expectativa de fazer a estreia pelo Vasco no clássico com o Botafogo, hoje (16), em São Januário, em um primeiro passo de uma corrida contra o tempo. Com contrato apenas até o fim da temporada, o colombiano busca ganhar ganhar espaço para conseguir deixar uma marca na Colina e, quem sabe, renovar o vínculo visando 2020.

A tendência é que o colombiano, que não atua desde julho, quando ainda estava no Shanghai Shenhua, da China, seja opção ao técnico Vanderlei Luxemburgo para o decorrer do duelo desta noite. Na última segunda-feira, esteve em campo por 55 minutos em um jogo-treino contra o Rio de Janeiro, tendo atuação elogiada na vitória por 5 a 1.

Guarín chegou ao Vasco no fim do mês passado, após flertar com o Flamengo, que não levou as tratativas à frente justamente por acreditar que não haveria tempo hábil para que pudesse entrar em forma. O acerto com o Cruz-Maltino aconteceu depois de uma conversa com Luxemburgo que, segundo ele, foi o diferencial para que acreditasse no projeto apresentado.

O anúncio, que ganhou ritmo de funk nas páginas oficiais do clube, gerou empolgação na torcida. Era o primeiro passo para a adaptação ao Rio de Janeiro, cidade pela qual ele e a família se mostram encantados.

Buscando estar apto o mais rapidamente possível, Guarín realizou treinos em tempo integral em boa parte do período em que está no grupo do Vasco. Com o jogo de logo mais, serão 13 rodadas até o fim do Brasileiro para que possa entrar em campo e, quem sabe, fazer a diferença.

Foco no Vasco

Desde a apresentação, o jogador não esconde que morar nos Estados Unidos é um projeto de vida para ele e sua família. Ele revelou ter tido uma proposta para jogar no país, mas gostou do que foi posto à mesa pelo Cruz-Maltino e assegurou o foco no trabalho na Colina. A própria diretoria estuda, ao término do vínculo, uma proposta de renovação para que o jogador fique mais tempo em São Januário.

"Por mim, eu já estava no campo. Quero estar bem para fazer as coisas bem. Quero me preparar o mais rapidamente possível para poder chegar a um bom nível. Estar bem tanto fisicamente quanto mentalmente. Não quero chegar no campo e iludir a torcida. Quero fazer o necessário", disse Guarín.

Esporte