Topo

De Jong diz que daria prêmio de melhor do mundo a Messi antes de Van Dijk

02/10/2019 14h32

Roma, 2 out (EFE).- O meia Frenkie De Jong, do Barcelona, disse que Lionel Messi mereceu ter vencido o prêmio de melhor do mundo da Fifa, no último dia 23, e que também teria escolhido o argentino e não o zagueiro Virgil van Dijk, seu companheiro de seleção na Holanda.

"O meu favorito é Messi. Sempre foi o melhor e, pelo que pude ver, é o melhor de todos os tempos. Van Dijk teve uma temporada fantástica, é um grande jogador e uma grande pessoa, mas para mim Messi é o top e sempre lhe escolheria para o prêmio de melhor do mundo" afirmou De Jong em entrevista publicada nesta quarta-feira pelo jornal italiano "Gazzetta dello Sport".

O meia, que chegou ao Barcelona em julho, afirmou que está à vontade na nova casa e revelou que gostaria que o clube catalão tivesse contratado o zagueiro Matthijs De Ligt, seu companheiro no Ajax e na seleção holandesa. Entretanto, o defensor optou por ir para a Juventus.

"Óbvio que me teria ficado feliz que ele tivesse vindo para cá, mas nunca falei nada com ele a respeito. Era uma decisão dele. Escolheu a Juventus, e acho que fez bem, porque é um dos maiores clubes da Europa", opinou.

O camisa 21 do Barcelona também expressou a sua admiração pelo jovem meia-atacante Ansu Fati, sensação absoluta do começo de temporada dos 'Blaugranas', que marcou dois gols pelo Campeonato Espanhol com apenas 16 anos.

"Não o conhecia, mas é um jogador especial. Aos 16 anos, joga no time principal do Barcelona. Não é algo comum. Tem um grande talento, mas o que mais me impactou é o seu profissionalismo. Eu com 16 anos era um jogador normal, ele já parece um profissional completo", elogiou. EFE

Esporte