Topo

Guarani demite técnico, Fumagalli e mais dois após novo tropeço na Série B

Fumagalli trabalhava como superintendente do Guarani desde o fim do ano passado - Divulgação
Fumagalli trabalhava como superintendente do Guarani desde o fim do ano passado Imagem: Divulgação
do UOL

Do UOL, em Santos (SP)

21/08/2019 16h13

Atual lanterna da Série B, o Guarani anunciou uma série de reformulações após a derrota de ontem à noite (20), a terceira consecutiva na competição nacional. Contratado em junho para substituir Vinícius Eutrópio, o técnico Roberto Fonseca foi demitido do cargo.

Além de Fonseca, o clube campineiro anunciou também as saídas de Fumagalli, superintendente de futebol, Marcus Vinicius Lima, executivo de futebol, e Gabriel Remédio, coordenador de futebol.

Roberto Fonseca deixa o time bugrino após cinco derrotas, dois empates e apenas duas vitórias em nove jogos disputados na Série B.

Antes da derrota de ontem, o Guarani havia perdido para a Ponte Preta, por 1 a 0, no Moisés Lucarelli, e para o Vila Nova, por 2 a 0, em pleno Brinco de Ouro.

O Guarani ocupa atualmente a lanterna da competição nacional, com apenas 13 pontos em 17 partidas. O próximo compromisso é no domingo (25), quando faz visita ao América-MG no estádio Independência, às 11h, pela 18ª rodada.

Mais Esporte