Topo

Cruzeiro muda cargo de Itair após afastamento por determinação judicial

Itair Machado, vice-presidente de futebol do Cruzeiro, em entrevista na Toca da Raposa - Vinnicius Silva/Cruzeiro
Itair Machado, vice-presidente de futebol do Cruzeiro, em entrevista na Toca da Raposa Imagem: Vinnicius Silva/Cruzeiro
do UOL

Enrico Bruno e Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

21/08/2019 13h11

Itair Machado segue com influência nos bastidores do Cruzeiro. Afastado do cargo de vice-presidente de futebol pela justiça desde 10 de julho passado, foi nomeado Assessor Esportivo da Presidência em 23 do mesmo mês para cumprir decisões do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG).

A mudança o impede de assinar documentos, mas o mantém com autoridade para planejar questões referentes ao futebol. O UOL apurou que o dirigente deixou de firmar acordos para ter uma função consultiva nos bastidores. Ele tem frequentado as dependências do clube neste período. No entanto, não participa de preleções, não fica em campo e tampouco vai ao vestiário.

Cruzeiro muda cargo de Itair Machado após determinação de afastamento da justiça - Divulgação
Cruzeiro muda cargo de Itair Machado após determinação de afastamento da justiça
Imagem: Divulgação

A reportagem obteve um documento assinado pelo mandatário Wagner Pires de Sá que determina a seguinte alteração na função do dirigente: "Nomear para o cargo de "Asessor Esportivo da Presidência", o Sr. Itair Machado de Souza, que terá como atribuições o planejamento esportivo do futebol de base e profissional, e dos esportes especializados, sendo-lhe vedado, porém, assinar documentos, firmar compromissos ou praticar quaisquer atos de gestão, gerência ou de administração na sua área de atuação, devendo seus atos e propostas serem expressa e previamente aprovados pela Presidência do Clube".

Em 10 de julho passado, a 12ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais determinou o afastamento de Itair Machado de seu antigo cargo. A portaria da presidência fala também sobre o caso.

"Em cumprimento à decisão judicial [...] da 12ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Geraism afastar da Vice-Presidência de Futebol, o sr. Itair Machado de Souza declarando a vacância temporária do referido cargo, ficando, por consequência, impedido de praticar quaisquer atos de gestão inerentes ao cargo de Vice-Presidente de Futebol, previsto no Estatuto Social".

A diretoria atesta a veracidade do documento e explica que "o Cruzeiro confirma que o presidente Wagner Pires de Sá, ao afastar Itair Machado da vice-presidência de futebol, cumpriu ordem judicial emitida pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais. A nomeação de Itair também atende integralmente ao cumprimento da punição imposta pelo STJD, que o suspendeu das atividades em campo por 90 dias".

A cúpula cruzeirense se refere à punição imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), que o suspendeu de suas atividades por 90 dias. O documento foi utilizado para alegar que, mesmo afastado pela justiça comum do cargo de vice-presidente de futebol, Itair Machado cumpre uma decisão do STJD.

Mais Esporte