Topo

Ex-Inter, meia diz que Venezuela alcançou objetivo nos 2 primeiros jogos

20/06/2019 12h18

Belo Horizonte, 20 jun (EFE).- O meia Luis Seijas, ex-Internacional, garantiu em entrevista exclusiva à Agência Efe, que a seleção venezuelana alcançou a primeira meta na Copa América, que era chegar ao jogo com a Bolívia, pela terceira rodada, dependendo das próprias forças para ir às quartas de final.

"Era nosso objetivo principal desde a preparação. Conseguimos, a partir de um empate bem trabalhado, em que não houve erros de desconcentração, não houve erros táticos. Foi um jogo quase perfeito", garantiu o jogador do Independiente Santa Fé, da Colômbia, em referência ao duelo com a seleção brasileira.

"Talvez, tenha faltado o gol. Tivemos uma chance muito clara, mas, bem, agora entendemos que o ponto será importante, se ganharmos o próximo jogo", disse o meia, que defendeu o Colorado entre 2016 e 2018.

A Venezuela tem dois pontos e ocupa a terceira colocação do grupo A, atrás de Brasil e Peru, que estão com quatro, e a frente da Bolívia, que aparece com dois. Com a vitória, ao menos, a 'Vinotinto' ficará entre os melhores terceiros colocados. Segundo Seijas, avançar é o primeiro passo no sonho de alcançar a final.

"O dia 7 de julho é nosso limite e nosso objetivo. Não nos dá medo de dizer que a meta é melhor o que fizemos na Copa América de 2011, em que chegamos às semifinais e os pênaltis nos separaram da decisão", garantiu o ex-Internacional.

A Venezuela enfrentará a Bolívia neste sábado, às 16h (de Brasília), no Mineirão. EFE

Mais Esporte