Topo

Argentina e Paraguai se enfrentam e buscam apagar más impressões de estreia

2019-06-18T15:55:00

18/06/2019 15h55

Belo Horizonte, 18 jun (EFE).- As seleções argentina e paraguaia, que decepcionaram na primeira rodada da Copa América, se enfrentarão nesta quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), no Mineirão, de olho em melhorar a situação no grupo B da Copa América, que ainda tem Colômbia e Catar, que se enfrentarão mais cedo, no Morumbi.

A 'Albiceleste', vice-campeã das duas últimas edições do torneio, começou com derrota para a Colômbia por 2 a 0. Esta foi a primeira derrota da Argentina em estreia da competição desde 1979, quando foi batida pela Bolívia, em La Paz, por 2 a 1. Além disso, a seleção estava invicta há 16 partidas no torneio continental.

Os paraguaios, por sua vez, iniciaram a trajetória enfrentando a integrante mais fraca da chave, ao menos na teoria. Contra o Catar, no entanto, 'Los Guaraníes' chegaram a abrir vantagem de dois gols no Maracanã, mas acabaram cedendo empate em 2 a 2.

Em busca de encerrar o jejum de títulos da seleção principal iniciado em 1993, com o título continental, os comandados por Lionel Scaloni foram alvos de muitas críticas, devido mais uma atuação ruim. Jogadores badalados como o meia Ángel di María e o atacante Sergio Agüero, por exemplo, podem até perder posição.

Os jogadores de Paris Saint-Germain e Manchester City, respectivamente, poderiam dar lugar ao meia Rodrigo de Paul e ao atacante Lautaro Martínez. Outra opção seria Matías Suárez, o que faria a 'Albiceleste' atuar com três homens no setor ofensivo.

Além disso, uma mudança que estaria sendo estudada por Scaloni é a saída do lateral-direito Renzo Saravia, para uma possível entrada de Mílton Casco, que atua pela esquerda, mas já foi improvisado outras vezes no lado oposto.

A grande expectativa, mais uma vez, é por uma grande atuação de Lionel Messi, que lutou muito contra os colombianos, mas não conseguiu brilhar como no Barcelona. O camisa 10 é presença certa entre os titulares da Argentina na partida.

O que gera para o comandante dos atuais vice-campeões é situação dos meias Roberto Pereyra e Marcos Acuña, que apresentaram sobrecarga muscular e treinaram em separado na segunda-feira, dois dias antes do jogo no Mineirão.

A seleção paraguaia, que precisará buscar uma vitória, ao menos, contra argentinos ou colombianos, para carimbar a vaga nas quartas de final, sem depender de outros resultados, tem, justamente um técnico nascido no país da seleção adversária, Eduardo Berizzo.

O ex-zagueiro e antigo comandante do Sevilla, teve uma boa notícia na véspera da partida, que foi o retorno do meia Rodrigo Rojas, que sofreu uma lesão no cotovelo esquerdo durante o empate com o Catar e deverá ser liberado para entrar em campo.

Além disso, o zagueiro Gustavo Gómez, do Palmeiras, cumpriu suspensão contra os catarianos, está confirmado para a partida e deve ser titular, provavelmente, ao lado de Fabián Balbuena, que passou recentemente pelo Corinthians.

Outra possível mudança no time titular é a entrada do atacante Derlis González, que entrou bem no intervalo da estreia e poderia ganhar a vaga do meia Celso Ortíz.

Prováveis escalações:.

Argentina: Armani; Saravia (ou Casco), Pezzella, Otamendi e Tagliafico; Rodríguez, Paredes, De Paul (ou Suárez) e Lo Celso; Messi e Agüero (ou Martínez). Técnico Lionel Scaloni.

Paraguai: Gatito Fernández; Valdez, Gómez, Balbuena e Arzamendia; Rodrigo Rojas, Pérez, González e Almirón; Cardozo e Domínguez. Técnico: Eduardo Berizzo.

Árbitro: Wilton Sampaio (Brasil), auxiliado por Marcelo Van Gasse e Rodrigo Correa.

Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte. EFE

Mais Esporte