Topo

Cruzeiro empata com o Atlético-MG no Horto e é campeão mineiro invicto

do UOL

Enrico Bruno e Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

20/04/2019 18h27

O Cruzeiro é o campeão mineiro de 2019. A equipe empatou em 1 a 1 com o arquirrival Atlético-MG na tarde de hoje e assegurou o troféu pelo segundo ano consecutivo. Elias abriu o placar, e Fred, em cobrança de pênalti, igualou o marcador no estádio Independência.

O Cruzeiro foi campeão mineiro de forma invicta na tarde de hoje. A equipe venceu 11 dos 16 jogos que disputou no torneio e empatou outros cinco, o que incluiu o jogo ocorrido no Independência.

Vice-líder na primeira fase, a Raposa venceu o jogo de ida por 2 a 1 no Mineirão e precisava somente de um empate para garantir o título por conta da vantagem obtida na última semana.

O Cruzeiro venceu o título mineiro no ano passado, sobre o arquirrival. Na ocasião, depois de perder por 3 a 1 no Independência, os comandados de Mano Menezes venceram por 2 a 0 no Mineirão o jogo de volta.

O melhor: Fred marca pela segunda vez contra o Atlético-MG, seu ex-clube

TELMO FERREIRA/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO
Imagem: TELMO FERREIRA/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

Fred fez o segundo gol sobre o Atlético-MG desde que deixou o clube para defender o Cruzeiro, em dezembro de 2017 - antes, havia marcado no 1 a 1 entre os dois times pela terceira rodada da primeira fase. O centroavante cobrou pênalti no canto esquerdo de Victor e mandou para o fundo da rede. Ele até havia feito no jogo de ida, mas a arbitragem anulou o gol do camisa 9, alegando que o atleta havia utilizado o braço para marcar.

O pior: Escalado no lugar de Cazares, Luan não rende em final

Luan foi escalado como meia central no jogo entre Atlético e Cruzeiro no Independência. O camisa 27, no entanto, não rendeu o esperado na partida. Ele deu espaço para os homens de criação da Raposa avançarem e pouco acrescentou ao setor ofensivo.

Elias marca novamente em final para o Atlético-MG

Bruno Cantini / Atlético-MG
Imagem: Bruno Cantini / Atlético-MG

Elias disputou a terceira final pelo Atlético-MG na tarde de hoje. O meio-campista voltou a balançar a rede pela equipe em um jogo de decisão. Ele aproveitou rebote de Fábio em chute de Ricardo Oliveira e marcou de cabeça. Antes disso, ele havia feito na decisão do Estadual de 2017. Na ocasião, o Galo foi campeão regional sobre o arquirrival Cruzeiro.

Árbitro marca pênalti após rever lance entre Pedro Rocha e Léo Silva

O árbitro Leandro Marinho optou por marcar pênalti no segundo tempo do confronto entre Atlético-MG e Cruzeiro no Independência. Na ocasião, o zagueiro Leonardo Silva colocou a mão na bola em tentativa de drible de Pedro Rocha na grande área.

Geuvânio faz boa partida, mas deixa o campo machucado

Geuvânio fez ótimo jogo na tarde de hoje no Independência. O atacante foi escalado na vaga de Cazares, que sentiu desconforto muscular na coxa esquerda, e teve boa atuação. Uma das melhores chances do Galo no confronto foi protagonizada pelo atleta. Ele finalizou de fora da área e exigiu ótima defesa de Fábio.

Lucas Romero aparece no ataque e faz boa partida no Horto

Escalado como segundo volante por Mano Menezes, Lucas Romero apareceu no ataque com frequência no setor ofensivo e criou boas chances. Ele sempre procurou Marquinhos Gabriel na ponta esquerda. Em um dos lances, o volante deixou o atacante na grande área após arrancada no meio de campo.

Mano Menezes se queixa de VAR e do árbitro durante a partida

Mano Menezes não aprovou o tempo gasto pelo VAR para analisar as jogadas ocorridas no Independência. O treinador se irritou bastante com a arbitragem por conta disso e fez duras reclamações com os assistentes de Leandro Bizzio Marinho. Ele até foi em direção ao árbitro no fim do primeiro tempo para reclamar.

VAR quebra protocolo aos três minutos com cartão para Geuvânio

O árbitro de vídeo quebrou o protocolo ao dar cartão amarelo para Geuvânio no terceiro minuto da partida em um lance que não foi revisado pelo árbitro Leandro Bizzio Marinho. Ele aplicou amarelo para o atacante em entrada sobre Dodô.

Ausentes, Cazares e Rafinha assistem à partida em camarotes no Independência

Juan Cazares não foi a campo na tarde de hoje por se queixar de um desconforto muscular na coxa esquerda. O meia-atacante equatoriano ficou ao lado da diretoria em um camarote que fica sobre os vestiários.

Suspenso após receber cartão vermelho no jogo de ida, Rafinha também foi ao estádio Independência. O meia-atacante ficou em um dos camarotes do local ao lado de membros da cúpula cruzeirense.

Ficha técnica
Atlético-MG x Cruzeiro

Motivo: Jogo de volta da final do Campeonato Mineiro
Local: Independência, em Belo Horizonte
Data: 20 de abril de 2019 (sábado)
Horário: às 16h30 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho
Assistentes: Rafael da Silva Alves e Elio Nepomuceno de Andrade Junior

Cartão amarelo: Geuvânio, Luan, Ricardo Oliveira, Victor (Atlético-MG); Edilson, Thiago Neves, Fred, Fábio (Cruzeiro)

Gols: Elias - 29'/1ºT (1-0); Fred - 34'/2ºT (1-1)

Atlético-MG
Victor; Guga, Igor Rabello, Leonardo Silva e Fábio Santos; Zé Welison (Alerrandro), Elias, Luan (Vinícius), Geuvânio (Maicon Bolt) e Yimmi Chará; Ricardo Oliveira.
Técnico: Rodrigo Santana (interino).

Cruzeiro
Fábio; Edilson, Léo, Dedé e Dodô; Lucas Romero (Thiago Neves), Henrique, Rodriguinho (Lucas Silva) e Robinho; Marquinhos Gabriel (Pedro Rocha) e Fred.
Técnico: Mano Menezes.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que foi publicado, o gol de hoje contra o Atlético-MG não foi o primeiro de Fred contra seu ex-clube após o retorno ao Cruzeiro - antes, ele já havia balançado as redes no clássico da terceira rodada da primeira fase do Mineiro. A informação foi corrigida.

Mais Esporte