Topo

Fred abandona máscara e fala em falta de ritmo em seu primeiro jogo do ano

Vinnicius Silva/Cruzeiro
Imagem: Vinnicius Silva/Cruzeiro
do UOL

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

24/01/2019 00h49

Na vitória por 1 a 0 contra o Patrocinense, o atacante Fred fez seu primeiro jogo oficial pelo Cruzeiro em 2019. No Mineirão, o jogador não teve tantas chances de marcar, e saiu de campo falando em aprimorar o condicionamento físico, já que o clube celeste completou apenas três semanas de pré-temporada até aqui.

"Senti falta de ritmo, mas já pude jogar quase 90 minutos. Foi bom para começar a pegar ritmo. Daqui a pouco estaremos 100%", comentou o jogador, em entrevista ao canal Premiere. Fred iniciou a partida e jogou até os 39 minutos do segundo tempo.

Na estreia do Cruzeiro na temporada, no último final de semana, contra o Guarani, Fred sequer chegou a viajar com a equipe para Divinópolis. Na véspera da partida, o atacante teve um quadro de gastroenterite durante a madrugada e acabou sendo vetado pelo departamento médico. Diante do Patrocinense, o problema era outro. Por causa de uma fratura no nariz, Fred tem utilizado uma máscara para proteger o local operado. Porém, o jogador não se deu bem com o acessório e acabou jogando para fora do campo após meia hora de jogo. Em sua entrevista coletiva, Mano Menezes preferiu adotar cautela em relação a abandonar a máscara.

"Naturalmente que a máscara incomoda a visão periférica, que é muito importante para um centroavante. Ele tem que ter essa visão ampla. Incomoda, aperta, é uma série de coisas. Mas, ao mesmo tempo, o que pode mudar sem ela é evitar um pouco de choque. Mas o jogo é disputado, não existe carinho em campo, temos que avaliar bem", disse o treinador.

Mais Esporte