PUBLICIDADE
Topo

Chape abraça movimento contra homofobia, e Alan Ruschel usará camisa 24

Alan Ruschel com a camisa 24 da Chapecoense - Divulgação
Alan Ruschel com a camisa 24 da Chapecoense Imagem: Divulgação
do UOL

Do UOL, em São Paulo

19/02/2020 12h06

A Chapecoense aderiu ao movimento de clubes contra a homofobia e passará a usar a camisa 24 nos jogos do clube. Sobrevivente da queda do avião com a delegação da equipe em 2016, Alan Ruschel usará o uniforme com a numeração.

As ações se iniciaram após comentários homofóbicos de Duílio Monteiro Alves, diretor de futebol do Corinthians, na apresentação do volante colombiano Victor Cantillo, que utilizará a numeração no time paulista. O dirigente pediu desculpas posteriormente, alegando ter sido uma "brincadeira infeliz e informal".

Desde então, clubes como Bahia, Flamengo e Fluminense passaram a usar a numeração.

No Brasil, o número 24 é o do veado no jogo do bicho, e por isso costuma ser preconceituosamente associado aos homossexuais. No futebol nacional, dificilmente os atletas utilizam a camisa, com exceção dos estrangeiros.

Esporte