PUBLICIDADE
Topo

Poirier justifica desejo de encarar Nate Diaz: "Sei que é uma luta em que posso brilhar"

Ag. Fight

28/01/2020 10h45

Sem lutar desde setembro de 2019, Dustin Poirier não tira de sua cabeça que seu retorno ao octógono tenha que acontecer diante de Nate Diaz. Anteriormente, o americano já havia demonstrado seu desejo de uma luta contra o compatriota e reforçou essa ideia. Um dos motivos para essa vontade é o estilo de luta do possível rival.

Em entrevista ao site 'MMA Junkie', Poirier acha que uma disputa contra Nate possa atrair a atenção dos fãs e se mostrou animado para fazer uma série de treinamentos para enfrentá-lo. De acordo com o ex-campeão interino do peso-leve (70 kg), Diaz é um rival que pode tirar seu melhor. A sua intenção é cumprir o duelo que estava programado para acontecer em novembro de 2018, mas acabou cancelado por conta de uma lesão sua.

"Eu sei que é uma luta em que posso brilhar. Sei que é uma luta que, neste momento da minha carreira, ficaria empolgado para fazer aquele camp, com aquelas lutas de boxe e de jiu-jitsu. É um adversário divertido de se preparar com o meu estilo de luta e, com os treinadores que tenho ao meu redor, acho que posso me preparar muito bem para essa luta e ter uma ótima performance", disse, antes de ressaltar sua admiração por Nate.

"Respeito ele como lutador. Eu disse em uma entrevista recente e admito que sou fã dele. Sempre que ele lutar, vou comprar o pay-per-view e vou vê-lo lutar. Ele é um lutador de lutadores. Eu gosto de ver as coisas que ele traz para o octógono. Ele é um lutador divertido de assistir, e esse é o tipo de cara que eu quero lutar", completou.

Em busca de grandes desafios em seu retorno ao UFC, Dustin Poirier, além de Nate Diaz, já ventilou nomes como Conor McGregor e Justin Gaethje. Liberado pelos médicos após passar por um procedimento cirúrgico no quadril, o peso-leve americano projeta um retorno aos octógonos em abril deste ano.

Esporte