PUBLICIDADE
Topo

Saída de Luxa impacta e preocupa renovações de Guarín e Henríquez no Vasco

do UOL

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

14/12/2019 04h00

Resumo da notícia

  • O técnico Vanderlei Luxemburgo decidiu não renovar o contrato com o Vasco para 2020 e isso impactou nas renovações de Guarín e Henríquez
  • A dupla colombiana tinha como um dos pontos para a renovação a permanência do treinador
  • Guarín foi indicado ao Vasco pelo auxiliar de Luxemburgo, Maurício Copertino, e Henríquez é homem de confiança do técnico desde a época do Sport
  • As conversas com a dupla, no entanto, ainda seguem e eles também priorizam o pagamento de salários atrasados

A decisão do técnico Vanderlei Luxemburgo de não renovar seu contrato com o Vasco para 2020 afetará diretamente nas negociações de permanência dos colombianos Fredy Guarín e Oswaldo Henríquez neste mercado da bola.

O meia e o zagueiro colocavam como um dos pontos para suas respectivas renovações a continuidade do trabalho do experiente treinador.

Guarín, por exemplo, chegou ao Vasco por indicação do auxiliar de Luxemburgo, Maurício Copertino, e teve o aval do comandante.

Já Henríquez é homem de confiança de Luxa desde os tempos de Sport. No Cruzmaltino, foi com Vanderlei que o zagueiro voltou a ter sequência após ser preterido e quase deixar o clube no período do técnico Alberto Valentim. Seu representante já fez uma contraproposta de renovação que a diretoria, num primeiro momento, considerou alta.

Além da permanência de Luxemburgo, outro ponto que norteia as renovações de Guarín e Oswaldo Henríquez é o pagamento dos salários atrasados.

A promessa da diretoria é de que isso seja feito até a próxima sexta-feira (20), mas as notícias de penhoras que explodiram nesta semana deixaram os jogadores apreensivos. A premiação de R$ 14,6 milhões pela 12ª colocação do Campeonato Brasileiro, que também foi penhorada, seria usada para o pagamento dos atrasados.

O clube, no entanto, está próximo de um acordo com a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional para reparcelar as dívidas ao dar uma verba de entrada, o que irá liberar as penhoras.

Presidente do clube, Alexandre Campello acredita que até a próxima segunda-feira (16) o acordo sairá. Enquanto isso, seguem as conversas com a dupla de colombianos.

Esporte