PUBLICIDADE
Topo

Professor que sofreu racismo visita Corinthians e ganha camisa de J. Urso

Professor que sofreu racismo, Juarez Xavier visita Corinthians e ganha camisa de J. Urso - divulgação/Corinthians
Professor que sofreu racismo, Juarez Xavier visita Corinthians e ganha camisa de J. Urso Imagem: divulgação/Corinthians
do UOL

Do UOL, em São Paulo

09/12/2019 19h09

Juarez Xavier foi vítima de racismo em pleno Dia da Consciência Negra, no dia 20 de novembro deste ano. Menos de um mês depois, o professor da Unesp chamado de "macaco" e agredido com golpes de canivete foi convidado pelo Corinthians ontem para acompanhar o jogo contra o Fluminense, na Arena, e recebeu uma camisa de presente de Junior Urso.

"Juarez Xavier, professor que sofreu racismo em pleno Dia da Consciência Negra, esteve na Arena Corinthians ontem. Corintiano e na luta contra o racismo, ele acompanhou o Timão e recebeu uma camisa das mãos de Junior Urso", escreveu o clube no Twitter.

Em julho de 2019, Junior Urso relatou ao UOL como sofreu racismo em 2017, na China. Em resposta ao preconceito, o jogador tatuou um punho cerrado no meio das costas em homenagem aos Panteras Negras, antigo partido político que liderou o movimento negro norte-americano.

Esporte