Topo

Ngannou afirma que UFC o coloca como "porteiro" dos desafiantes ao título dos pesados

Ag. Fight

13/11/2019 13h06

Francis Ngannou mira disputar o cinturão do Ultimate - Ag Fight

Após a vitória de Alexander Volkov sobre Greg Hardy, no último sábado (9), já se especula qual será a próxima luta do russo e o nome de Francis Ngannou ganha força. No entanto, o camaronês tem se mostrado incomodado com o tratamento do Ultimate, pois segundo ele, já merecia na sua próxima luta ter uma chance pelo cinturão dos pesados, atualmente com Stipe Miocic. Para atleta, ele tem virado uma espécie de "porteiro" outros possíveis desafiantes.

Em entrevista ao site 'MMA Junkie', o peso pesado voltou a mostrar insatisfação por não ter a promessa de lutar pelo cinturão, mesmo após três vitórias seguidas por nocaute. Por isso, não vê com bons olhos enfrentar Volkov, um novo candidato a lutar pelo título e, que segundo ele, já se recusou a enfrentá-lo em duas ocasiões, em 2017 e 2018.

"O UFC deixou claro que quem quiser lutar pelo título tem que passar por mim antes.  É assim que parece, que estou lá para abrir o portão. Se eles querem lutar pelo título, eles têm que lutar comigo, mas e eu lutando pelo título? Isso não parece estar em discussão, então é exatamente o que o UFC tem feito parecer, que eu sou o porteiro. E sim, acho que o Volkov tem me evitado. Não é segredo para ninguém", disse, emendando.

"Acho que todos os meus três adversários tiveram uma promessa de disputa de título. Eu acho porque o Curtis Blaydes teria uma garantia. Cain Velasquez eu acho a mesma coisa. Junior Cigano, depois de três vitórias, teria a mesma coisa. Mas eles só esqueceram de mim".

Sem lutar desde junho deste ano, quando derrotou Junior 'Cigano', Francis Ngannou segue na esperança de poder enfrentar Stipe Miocic pelo título da categoria. Porém, pode ter complicações para isso, já que o americano demonstrou interesse em enfrentar Tyson Fury, no boxe, e o UFC sonha com a trilogia dele contra Daniel Cormier.

Esporte