Topo

Inter vence Caxias no Beira-Rio e salta para a vice-liderança do Gauchão

Lucas Sabino/AGIF
Patrick entrou em campo sob vaias e fez o gol da vitória colorada contra o Caxias Imagem: Lucas Sabino/AGIF
do UOL

Do UOL, em São Paulo (SP)

2019-02-17T20:56:52

17/02/2019 20h56

O Internacional não mostrou futebol de encher os olhos, mas conseguiu vencer o Caxias por 2 a 1 na noite deste domingo (17), no Beira-Rio, pela sétima rodada do Campeonato Gaúcho. Os gols saíram pelos pés de William Pottker e Patrick; Rafael Gava descontou.

Foi a terceira vitória seguida do time na temporada. O triunfo fez o Inter subir duas posições e chegar à vice-liderança do torneio, com 13 pontos, quatro a menos que o arquirrival Grêmio. Já o Caxias foi prejudicado por vitórias de adversários na rodada e caiu de terceiro para quinto lugar, com dez pontos.

LEIA MAIS:
Inter espera Valdívia para conversar e não descarta rescisão de contrato
Mito ou verdade? Guiñazu é parte de povo imortal?
Técnico do Inter diz que Talleres foi melhor que o São Paulo: "Mereceu"

A partida foi o penúltimo compromisso do Inter antes da estreia na Copa Libertadores. O técnico Odair Hellmann enfrentará o Avenida no próximo domingo (24), e, com a pausa de Carnaval no Gauchão, terá uma semana e meia para encontrar o time ideal para o debute no torneio continental. O adversário será o vencedor entre Talleres (ARG) e Palestino (CHI).

Já o Caxias terá pela frente o Pelotas, também no próximo domingo (24), e aí só voltará a campo no dia 10 de março, quando fará o clássico com o Juventude.

O melhor: Bruno Alves

Atacante habilidoso, Bruno Alves foi o melhor em campo. Infernizou marcadores com investidas pelos lados do campo, fez bons cruzamentos que não foram aproveitados pelos companheiros e obrigou Lomba a fazer uma grande defesa. O esforço reverberou no início da segunda etapa: o atacante puxou contra-ataque rápido e deixou para Rafael Gava completar para as redes. Nem o gol de Patrick no fim apagou o brilho do jogador.

O pior: Uendel

Quase não ofereceu resistência a Bruno Alves, que fez o que quis no setor, e não contribuiu no setor ofensivo também. Além disso, preferia recuar ao ajudar na transição e errou fundamentos simples como passes e deu muito espaço aos adversários.

Vaiado, Patrick entra e decide

O Beira-Rio explodiu em vaias e gritos de "burro!" quando Odair Hellmann chamou Nonato para a entrada de Patrick. O volante acabou calando os críticos e, aos 43, após cobrança de falta de Rafael Sobis, cabeceou para o fundo das redes e garantiu a vitória colorada.

Garotos ganham chance no time titular

Sem Nico López, suspenso pela expulsão contra o Juventude, a expectativa era que Odair escalasse D'Alessandro no meio-campo. O treinador, contudo, optou por dar uma chance ao garoto Nonato a fim de testar suas opções em busca do time ideal. O garoto não sentiu a pressão, mostrou inteligência na movimentação e saiu de campo aplaudido. Outra prova de confiança foi dada ao centroavante Pedro Lucas, titular do time principal do Inter pela primeira vez.

Lucas Sabino/AGIF
Imagem: Lucas Sabino/AGIF

Inter "acha" gol no primeiro tempo

Com a bola no chão e jogadas bem trabalhadas, o Caxias pressionou o Inter, explorando principalmente o lado direito do ataque. Porém, o Inter logo achou o gol com William Pottker, que aproveitou passe de Dourado e chutou de pé esquerdo para o fundo da rede. Depois do gol, os donos da casa sofreram com a falta de criação no meio e com os erros da defesa. Zeca, Pottker e Edenílson investiam pelo lado dirieto do ataque, sem sucesso. O Caxias só não empatou porque Lomba estava ligado.

Júnior Alves quase faz contra, mas Caxias empata

O Inter poderia ter feito o segundo em um lance de sorte. Aos 10 do segundo tempo, Júnior Alves se atrapalhou em um corte e quase mandou contra a própria rede. Porém, pouco depois, o talento e fôlego de Bruno Alves se sobressaíram. Após escanteio do Inter, o atacante puxou contra-ataque e tocou para Rafael Gava, que ganhou de Dourado na corrida e bateu firme para o gol.

Edenílson é expulso, e Odair aciona D'Ale

Amarelado no primeiro tempo, Edenílson fez falta dura para impedir contra-ataque de Rafael Gava e acabou expulso. Ele foi um dos melhores do primeiro tempo, mostrando muita garra na marcação e ajudando na transição colorada. Com dez em campo, Odair trocou o aniversariante Neílton por D'Alessandro e colocou o craque na direita, centralizou Nonato e deixou Pottker do lado esquerdo.

Caxias coloca Inter na pressão

Empurrado pela torcida, o Caxias passou a controlar a bola e trocar passes em busca de espaços para contra-ataques. Diego Miranda poderia ter feito o gol da virada após jogada de Foguinho, mas errou a pontaria.

Brilham as estrelas de Patrick, Sobis e Odair

No meio da segunda etapa, Odair lançou Patrick no lugar de Nonato, foi sonoramente vaiado no Beira-Rio. Depois trocou Pedro Lucas por Rafael Sobis. Em meio a testes para a Libertadores, a estrela do treinador falou mais alto. Aos 41, Sobis quase marcou em cobrança de falta, mas Patrick desviou a bola. E aos 43, quando tudo parecia perdido, Grasson fez falta em Pottker. Foi justamente Sobis quem cobrou na cabeça de Patrick para garantir o triunfo colorado. 

Inter volta a vencer Caxias e mantém tabu no Beira

Depois de duas derrotas consecutivas para o Caxias, o Inter voltou a bater o adversário e ainda manteve um tabu que dura quase 20 anos: não é derrotado pelo Caxias no Beira-Rio desde 1990.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 2 X 1 CAXIAS

Data: 17 de fevereiro de 2019, domingo, às 19h (de Brasília)
Local: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Público e renda: 20.079 torcedores / R$ 494.095,00
Árbitro: Douglas Silva
Assistentes: Rafael da Silva Alves e Michael Stanislau

Cartões amarelos: Edenílson, Muriel, Eduardo Grasson, D'Alessandro, Bruno Alves
Cartões vermelhos: Edenílson

Gols: Pottker, aos 12' do primeiro tempo; Rafael Gava, aos 10', e Patrick, aos 43' do segundo tempo

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Zeca, Moledo, Cuesta e Uendel; Dourado; Edenílson, Pottker, Nonato (Patrick) e Neílton (D'Alessandro); Pedro Lucas (Sobis) Técnico: Odair Hellmann

CAXIAS: Lee; Muriel (Alex Willian), Júnior Alves, Thiago Sales e Samuel Balbino;. Juliano (Júnior Juazeiro), Rafael Fava, Diego Miranda e Foguinho (Grasson); Ruan e Bruno Alves. Técnico: Pingo

Errata: o texto foi atualizado
19/02/2019 às 15h49
Os seguintes erros constavam nesta nota: Internacional tem 13 pontos, não 14, como afirmado; O Internacional conquistou sua terceira vitória seguida, não a terceira vitória na temporada; Rafael Sobis cobrou a falta na cabeça de Patrick, não de Edenilson.

Mais Esporte